Publicidade

Game ON

Entramos em campo para jogar a versão atualizada eFootball

Desde que foi lançado, jogo foi alvo de críticas por ponta dos bugs e problemas gráficos; patch de correção foi lançado para mudar isso

| Game ON TV -

Testamos o eFootball da Konami

A primeira vez que fui jogar eFootball fiquei com medo. Não sabia se iria encontrar um jogo de futebol ou um game de terror. Depois de algumas resenhas e comentários que encontrei na Internet, acabei desistindo. 

Era final de 2021 e a Konami tinha acabado de lançar eFootball, com a promessa de rivalizar com a franquia de sucesso Fifa. Mas a estreia não foi bem-sucedida. O jogo foi lançado com muitos problemas, que iam desde gráficos até jogabilidade. 

Os bravos gamers que encararam eFootball no seu lançamento encontraram um jogo totalmente desbalanceado, com diversos problemas de mecânica e gráficos que beiravam o caos, com personagens totalmente bugados, com membros perdidos e desproporcionais até coisas mais bizarras  (acreditem ou não, tem até um torcedor com um redemoinho na cara tinha).  

Depois disso, a Konami informou que iria soltar atualizações para as correções de bugs. Optei por esperar... e o resultado foi positivo. O patch 1.0.0 chegou recentemente com a promessa de resolver os problemas (e aparentemente conseguiu).  

Um exemplo dos bugs: Messi totalmente desproporcional (e com cara de Gollum)

Em eFootball, encontramos o estilo já tradicional de jogos de futebol: nós podemos escolher e gerenciar nossos times, contratando jogadores e técnicos; podemos definir esquemas táticos etc. 

Só que há alguns diferenciais em eFootball, começando pelo modelo dele. O jogo é totalmente gratuito, funcionando através do esquema de microcrédito. Os jogadores podem comprar as moedas do jogo, que serão utilizadas para comprar alguns atletas. Isso cria um certo desequilíbrio no jogo, que acaba ficando com uma cara "pay to win" ou pagar para vencer. Esse modelo acaba interferindo em outro estilo do jogo, que são as partidas online.

eFootball tem partidas solo, onde enfrentamos o próprio jogo, mas a grande aposta dele são as partidas contra outros jogadores. Algumas ligas, inclusive, só podem ser avançadas quando vencemos outros competidores. Portanto, se você paga por algum atleta, sai na frente nessa corrida. 

É importante avisar que eFootball está disponível para PC e consoles da Sony e Microsoft, por isso, para jogar online, é preciso ter assinatura dos serviços do PS Plus e Xbox Gold.  

Mas isso acaba não sendo um grande diferencial, pois uma das coisas bacanas do jogo é que podemos evoluir nossos atletas. A cada partida, ganhamos Experiência e podemos subir de nível nossos jogadores.

E quando isso acontece, podemos personalizar ainda mais eles, escolhendo se eles vão melhorar na parte defensiva, ofensiva e, até mesmo, a capacidade de chute.  

eFootball 2022, com o update 1.0.0

Com dedicação, empenho (e uma boa dose de horas de jogo), podemos moldar um jogador ao mesmo nível de Messi, Neymar e Cristiano Ronaldo. Então, na hora do vamos ver, você pode ter um time forte, sem precisar gastar. 

Na parte da jogabilidade, o patch também parece ter resolvido alguns problemas crônicos da primeira versão, principalmente no balanceamento de atletas e equipes. Se antes, um jogador poderia dar um chute muito fraco, mesmo colocando toda a força, agora, aparentemente isso foi corrigido.
O mesmo vale para a parte gráfica: não vemos (pelo menos eu não vi nos testes) nenhuma falha grave e os jogadores estão todos proporcionais. As imagens, inclusive, estão bem detalhistas e o jogo transmite u bom realismo, marcas de sua concorrente, o Fifa. 

eFootball está em português e conta com a narração de Milton Leite e comentários de Mauro Beting, o que deixa tudo bem mais divertido.
Ainda podemos identificar algumas limitações do jogo, que não possui todas as equipes (nos times brasileiros, por exemplo, não encontrei o Palmeiras). Isso não chega a ser exatamente um problema, mas pode afastar torcedores fanáticos que gostam de jogar com o time X ou Y. 

Em resumo, eFootball ainda vai demorar um pouco para se igualar a Fifa e a tudo que o seu concorrente representa, mas acaba sendo uma ótima opção para quem quer jogar um game de futebol com uma qualidade aceitável. 

eFootball ganha a nota 7,5 no ranking do Repórter Nerd! Confira o nosso gameplay.


Mais notícias


Publicidade