Publicidade

Gravidez e bebê

Como acabar com o choro no banho

Confira alguns truques para acabar com o choro do bebê e da criança na hora do banho e tornar este o momento mais divertido do dia

| ACidade ON -

Hora do banho
 

Se você sente um arrepio só de pensar que está chegando a hora de dar banho no seu filho, essas dicas foram feitas para você. E para todos aqueles pais e mães que, uma hora ou outra, vão enfrentar o choro do bebê no banho e tentar acabar com essa situação. São muitos os fatores que podem levar seu filho a chorar na banheira ou no chuveiro. Confira algumas dicas do que você pode fazer para não ter mais choradeira no banheiro. E lembre-se: brinque muito com seu filho no banho, transforme esse momento no mais divertido do dia. 

Temperatura da água
Água fria ou quente demais incomoda qualquer um, não é? Principalmente se o banho for em um bebê, que só vai ter o choro para reclamar. Portanto, nunca se esqueça de verificar a temperatura da banheira antes de colocá-lo nela. O ideal é que esteja entre 36 e 37 graus. Há muitos termômetros de banho, que facilitam a vida da mãe de primeira viagem. Mas, com o tempo, você vai descobrir o segredo: se a temperatura da água no seu antebraço estiver morninha e agradável, é o ideal para seu bebê. Comece sempre mergulhando seu filho pelo pé (ele vai reclamar se não gostar da temperatura) e verifique se a boca dele não fica arroxeada durante o banho.   

Água no rosto e shampoo no olho
Muitos bebês têm problemas com água no rosto, mas esse medo pode aparecer um pouco depois, quando seu filho já tiver mais de 1 ano. O simples fato de a água escorrer pelo rosto, molhando olhos, nariz ou boca, pode disparar esse gatilho. Mas, então, como acabar com o choro do bebê ou da criança na hora do banho? Quando seu filho é muito pequeno, o melhor é molhar um algodão e passar pelo rostinho. Depois, você pode prosseguir para molhar sua mão na água e passar pela face. Tente associar esse momento a uma brincadeira, fica mais fácil de lavar.

9 dicas para acabar com o ardor no olho
Se o problema é o medo de o shampoo ou o sabonete entrar no olho e arder, você pode tentar contornar isso de algumas formas:
1. Compre um produto que não irrite e faça arder ou lacrimejar os olhos, específico para bebês e crianças.
2. Utilize uma espécie de viseira protetora, que deixa a parte de cima descoberta para que o cabelo seja lavado, mas evita que a água escorra para os olhos e os ouvidos, como um guarda-chuva. Há modelos de EVA, plástico e borracha, para crianças de até 6 anos. Quanto ao formato, pode circundar toda a cabeça ou apenas a parte da frente, que se encaixa como uma tiara (alguns modelos têm até alça para segurar).
3. Adote uma caneca para enxaguar o cabelo. Ela vem com a parte da frente em silicone, para se moldar à testa do bebê e da criança, ou é feita de material bastante maleável. Basta enchê-la de água, encostar bem à testa e despejar o conteúdo sobre o cabelo.
4. Use sua mão para formar uma barreira protetora e despeje a água com um recipiente. Assim, fica mais fácil controlar o fluxo de água e evitar que caia no rosto
5. Se o seu filho já tiver entendimento suficiente, estimule-o a enfrentar o medo. Ele pode inclinar a cabeça, fechar os olhos e colocar as mãozinhas na frente. Vá contando tudo o que você vai fazer na sequência, para que ele possa se preparar e se defender do incômodo.
6. Tenha uma toalha à mão. Melhor se for nas mãos do seu próprio filho, caso ele já consiga secar o rosto sozinho toda vez que a água teimar em escorrer por ali. Ter o controle disso vai deixá-lo mais tranquilo. Você pode também pedir para que ele derrame a água na própria cabeça, o que lhe dá mais controle.
7. Leve um brinquedo para o banho, para que você ou seu próprio bebê possa lavar a cabeça do boneco ou bicho antes. Pode funcionar como estímulo!
8. Que tal experimentar um óculos de natação?
9. Lembre-se: a cabeça é sempre a última a ser molhada! 

Posição do bebê na banheira
Recém-nascidos e bebês até os 3 meses têm um mecanismo de proteção a movimentos que eles consideram bruscos e que é chamado de reflexo de Moro. Na prática, isso acontece quando ele agita os bracinhos de uma forma até meio descoordenada, como se estivesse assustado. Você já deve ter visto esse reflexo inúmeras vezes ao colocar seu bebê na banheira. A sensação que ele tem é a de estar caindo. Pode ser que esse desconforto ao colocar seu bebê no banho o leve ao choro. Para minimizar essa reação e dar mais segurança ao seu filho, um truque é colocá-lo, primeiro, de frente para a água, e não de costas. Assim, ele acompanha tudo o que está acontecendo. 

Quer saber mais? BabyHome tem uma newsletter gratuita, para você saber como seu bebê se desenvolve na barriga, semana a semana. Saiba como assinar aqui.

Mais notícias


Publicidade