Publicidade

Gravidez e bebê

Reta final da gravidez: tudo o que você pode ou não fazer

Dirigir, viajar, arrumar a casa, deixar o trabalho em dia: veja o que evitar no final da gravidez para não ter um parto prematuro.

| ACidade ON -

Muitas grávidas são acometidas por uma intensa "onda" de energia nas últimas semanas de gestação, mas é preciso cuidado para não cometer exageros nesse final da gravidez. Confira o que pode ou não fazer no fim do terceiro trimestre de gestação! 


1) Vá com calma na faxina e na arrumação 

Uma atitude bem comum no final da gravidez é a chamada "Síndrome do Ninho Arrumado". Trata-se de uma necessidade alucinada de faxinar a casa para deixar tudo limpo e bonitinho para a chegada do bebê. 

O ideal, no entanto, é que você procure descansar e se preparar para o parto. Chame alguém para ajudá-la ou faça o mínimo necessário. Não é o momento ideal para lavar vidros, limpar paredes e se arriscar a cair de uma escada. Não se esqueça: não só os ligamentos do seu corpo estão mais frouxos, como a barriga muda o eixo de equilíbrio corporal!

Também não exagere nos esforços para deixar tudo encaminhado no seu trabalho. Estresse nessa fase pode antecipar o parto. E ninguém quer um parto prematuro, não é?   


Grávida pode dirigir? 

A partir da 35ª semana, dirigir não é mais recomendável. A ansiedade, o cansaço e a falta de concentração típicos dessa fase podem atrapalhar os seus reflexos. Em caso de colisão ou freada brusca, o volante pode atingir a barriga, que está mais próxima. Se a sua pressão anda muito baixa e os desmaios são constantes, não se arrisque a conduzir. 



Dá para viajar no final da gestação?
Viagens longas também devem ser evitadas, principalmente as de avião, pelo risco de trombose e de parto prematuro. Geralmente, os obstetras não recomendam voos para quem já passou de 27 semanas e as próprias companhias aéreas têm restrições, variando na quantidade de semanas.

Se for viajar de carro ou ônibus, faça uma parada ou levante-se e ande a cada quatro horas, pelo menos, por conta do inchaço nas pernas. Converse com seu médico sempre antes de viajar, pois essa deverá ser uma decisão conjunta nessa reta final da gravidez. 


Outros cuidados a tomar no 3o trimestre 

Ressaltamos: repousar o máximo que puder é a melhor maneira de evitar o risco de um parto prematuro. Alimente-se bem e beba bastante água para manter o corpo hidratado. 

Outras medidas válidas são evitar ficar muito tempo em pé, para que pernas e pés não fiquem tão inchados e doloridos. E não tomar banhos quentes para não correr o risco de sofrer uma queda de pressão ou um desmaio.  


Quer saber mais? BabyHome tem uma newsletter gratuita, para você saber como seu bebê se desenvolve na barriga, semana a semana. Saiba como assinar aqui.

Mais notícias


Publicidade