Publicidade

Gravidez e bebê

Dicas de brinquedos interessantes e como organizá-los

Crianças adoram imitar a rotina familiar, por isso, bonecos e pelúcias são ótimas compras. Veja outros brinquedos indicados para o bebê

| ACidade ON -

Com pouco mais de 1 ano, o bebê passa a se interessar cada vez mais por tudo o que está à sua volta e os brinquedos refletem essa curiosidade. Como imitar as atitudes dos adultos também é uma ação típica dessa fase, a tendência é que repitam com os brinquedos os cuidados da rotina familiar: dar de comer ao urso, cantar para a boneca dormir, etc. E seguem gostando cada vez mais de bonecos e bichos de pelúcia. 

Por isso, estimule meninos e meninas a brincar de casinha e de bonecas! É assim que eles aprendem sobre o mundo social. É nesse faz de conta, em que o boneco representa a própria criança, testam papéis e desenvolvem emoções. E também aprendem importantes noções de responsabilidade e do cuidar.  


Brincadeiras para estimular a fala 

A habilidade da fala também se desenvolve a cada mês: os bebês já são capazes de pronunciar palavras isoladas. Para estimular essa cognição, os telefones de brinquedo são ótimos! Além dos bonecos, claro, que instigam as crianças a falarem com eles na interação da brincadeira. Apesar de seu vocabulário ainda ser limitado nessa idade, seu filho entende muito do que você diz. Continue a conversar com ele para impulsionar a evolução da fala.
 


Itens que prendem a atenção 

O bebê também se diverte bastante sozinha nessa etapa. Por isso, pode passar muito tempo entretido com brinquedos de encaixe, juntando objetos dentro e fora da caixa, apertando botões que produzem sons ou tocam musiquinhas. Panelinhas de plástico também são uma boa opção.
 


Como organizar os brinquedos do bebê
Para manter a casa organizada, aposte em nichos nas paredes - de preferência numa altura que o bebê possa mexer. Ou em caixas transparentes, que facilitam encontrar o que se quer. Você pode adotar caixas separadas para blocos e peças de montar e encaixar; outra para bonecos e pelúcias; panelinhas e alimentos; carrinhos. 

Talvez você ache exagero agora, mas logo a quantia de brinquedos vai mostrar que organizar em nichos e lugares menores facilita para encontrar algum item. Separe e guarde também alguns que não estão sendo tão utilizados, para reintroduzir na brincadeira daqui a dois meses, por exemplo. Assim, a chance de enjoar de alguns objetos é menor e a sensação de ter sempre brinquedo novo vai deixar a criança bem entretida.

Na hora de arrumar os brinquedos espalhados, aproveite para pedir a "ajuda" do bebê. É uma oportunidade e tanto para ensinar, desde cedo, que deixar a casa em ordem é uma tarefa coletiva.
E não se esqueça de verificar com frequência o estado dos brinquedos. Tome o cuidado de deixar os quebrados ou as peças pequenas longe das mãos do seu filho, para evitar machucados e acidentes. 

 

Quer saber mais? BabyHome tem uma newsletter gratuita, para você saber como seu bebê se desenvolve na barriga, semana a semana. Saiba como assinar aqui.

Mais notícias


Publicidade