Publicidade

Gravidez e bebê

Apetite voraz na gravidez? Confira o que colocar ou não no prato

Na reta final da gestação, a grávida deve apostar na ingestão de fibras, ferro e alimentos ricos em cálcio e vitamina D. Confira o que evitar nessa fase...

| ACidade ON -

Seu bebê precisa de mais e mais nutrientes para se desenvolver bem na reta final da gravidez. Como consequência, você também começa a sentir mais fome, apesar da pressão exercida sobre o seu estômago. O fator ansiedade devido à proximidade do parto contribui para que fique "esfomeada". 

 


O ideal, para não ganhar quilos demais e correr o risco de ter diabetes gestacional ou sofrer pré-eclâmpsia (aumento da pressão arterial, que pode levar mãe e bebê à morte), é fracionar as refeições, comendo várias vezes ao dia e em pequenas quantidades.
Confira algumas dicas para manter um menu equilibrado: 

 


Cardápio saudável 


O ferro presente na carne vermelha, nas aves e nos peixes é necessário tanto para a mãe quanto para o bebê. Combine com bebidas que contenham vitamina C, como suco de laranja ou de limão, que potencializa a absorção do mineral pelo seu organismo.
Aumente a dose de fibras na sua alimentação, associada à ingestão de bastante água. Elas combatem a prisão de ventre e as temidas hemorroidas, mal que atinge muitas mulheres no finalzinho da gestação. Só não tome muito líquido antes de dormir, para não sentir vontade de urinar no meio da noite.
Aposte em fontes de cálcio (leites e derivados, bebidas de soja, tofu, gema de ovo e cereais integrais) e vitamina D (manteiga, ovos e fígado), importantes para a formação óssea do bebê.
Carboidratos não refinados, como arroz, cereais, macarrão e pães integrais, dão energia na medida certa. 

 

 


O que evitar comer 


Chocolate, só com moderação. Trata-se de um alimento muito calórico e gorduroso.
Doces de modo geral e alimentos feitos com farinha branca
Reduza o consumo de alimentos que causam gases, como feijão, batata-doce e repolho, e que "incham", como refrigerantes. 

 

 


Quer saber mais? Assine nossa newsletter e receba toda semana mais matérias sobre como o seu bebê está se desenvolvendo. É rápido e gratuito.

Mais notícias


Publicidade