Aguarde...

ACidadeON

Lazer e Cultura

De volta às novelas, Julia Konrad interpreta Raimunda, moça ética e sem vaidade em 'Sétimo Guardião'

| FOLHAPRESS

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Julia Konrad, 28, estará em "Sétimo Guardião" (Globo), novela que estreou nesta segunda (12), como Raimunda, uma moça quieta, tímida e que valoriza muito mais a intelectualidade do que a beleza. Ela é irmã da descolada Lourdes Maria (Bruna Linzmeyer).  Konrad acredita que o público vá se identificar com a personagem, que também nutre uma paixão escondida por Geandro (Caio Blat). "Acho que muita gente vai se identificar com ela por conta da jornada que ela vai ter, daquela mulher que não tem tanta vaidade e aos poucos vai se descobrindo; deixa de lado um padrão de beleza para focar na carreira e outros valores mais éticos e morais." Além disso, a parceria em cena está favorecendo o trabalho da atriz. "Gravar com a Bruna está sendo uma delícia. A gente se deu bem desde o primeiro dia! Construímos realmente uma relação de irmandade, de muita sororidade e companheirismo", acrescenta. A personagem marca o retorno de Konrad para as novelas -sua última participação foi em 2015, em "Malhação: Seu Lugar no Mundo" como Ciça, uma cantora que sofreu uma relação abusiva com Samurai (Felipe Tito). A volta aos folhetins vem acompanhada de muita preparação. Segundo a atriz, a simplicidade da personagem exigiu uma pesquisa importante para que não saísse do tom. "Eu me familiarizei bastante com o gênero da novela, que é o realismo mágico, procurei referências para a Raimunda que tivessem essas mesmas características de serem mais introvertidas, terem um consenso ético e sem muita vaidade." Para ela, a responsabilidade aumenta também por conta do horário --o que não deve ser um problema para o elenco de peso que, segundo Julia, está "muito animado para contar essa história da melhor maneira possível." Konrad acrescenta que o formato permite que os atores recebam retornos do público praticamente em tempo real. "Cada formato tem seus encantos mas novela é muito especial porque a gente tem um termômetro quase ao vivo de como o público está recebendo a trama. Isso é muito bacana", acrescentou. "Sétimo Guardião", de Aguinaldo Silva, brinca com terror e mistério na história sobre a cidade de Serro Azul. Para Konrad, o gênero é uma boa escolha: "Esse tom místico, fantasioso e mágico é uma aposta certeira para esse momento atual. É sempre bom quando temos um ponto de fuga dessa nossa realidade tão dura que estamos vivendo no país", completou. Nos últimos três anos, Julia se aventurou pelo cinema, pelas séries e até mesmo pela música. Participou do longa "Paraíso Pardido" (2018), dirigido por Monique Gardenberg, e estreará em breve como a médium Ruth-Celine no longa espírita "Kardec", de Wagner de Assis. A atriz também estrela a série "1 Contra Todos" (FOX) e (Des)Encontros" (Sony). Para ela, viver a experiência desses diferentes formatos a fez crescer como atriz.  "O que eu mais levo é a importância do trabalho em equipe e de jogar junto. Em todos esses projetos eu tive a sorte e a felicidade de estar com pessoas que buscavam dar o seu melhor, o que sempre fez os projetos fluirem muito bem."

Veja também