Aguarde...

Lazer e Cultura

Príncipe Charles pede a estudantes e trabalhadores de licença que colham frutas e legumes

| FOLHAPRESS

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O príncipe Charles, 71, pediu aos estudantes e trabalhadores de licença que ajudassem os agricultores do Reino Unido em suas colheitas durante a pandemia do novo coronavírus. O herdeiro do trono britânico, que teve coronavírus em março e já se recuperou, publicou um vídeo no Twitter nesta terça-feira (19) pedindo às pessoas que assumissem a tarefa de colher frutas e legumes. "Se quisermos colher frutas e legumes britânicos este ano, precisamos de um exército de pessoas para ajudar", disse o príncipe de Gales. "A comida não aparece por mágica. Tudo começa com nossos notáveis agricultores e produtores. Se as últimas semanas provaram alguma coisa, é que a comida é preciosa e valorizada, e não pode ser tomada como garantida. " "Nos próximos meses, milhares de pessoas serão necessárias para trazer as colheitas. Será um enxerto duro, mas é extremamente importante se quisermos evitar que as plantações sejam desperdiçadas", continuou ele. "Não questiono que o trabalho seja sem glamour e, às vezes, desafiador, mas é da maior importância, e no auge dessa pandemia global você estará fazendo uma contribuição vital". Charles recebeu diagnóstico positivo para coronavírus no final de março, e se manteve isolado em sua residência na Escócia com sintomas leves, juntamente com sua esposa, Camilla, que teve resultado negativo, segundo seu gabinete. Questionado pela Reuters sobre o motivo do herdeiro ter feito um teste para o vírus, enquanto milhões de profissionais de saúde da linha de frente não o fizeram, o ministro júnior da Saúde, Edward Argar, disse: "Meu entendimento é que seus sintomas e sua condição atendiam ao critério". "O príncipe de Gales não furou a fila", declarou Argar à Sky News. Galeria Príncipe Charles Veja imagens do Príncipe Charles da Inglaterra https://fotografia.folha.uol.com.br/galerias/nova/34946-principe-charles ***

Mais do ACidade ON