Publicidade

mundodosbichos

Adoráveis roedores

Você já pensou que animal resultaria do cruzamento entre um coelho e um camundongo? Prazer, essa é a chinchila

| Mundo dos bichos -

Imagine que um bichinho de pelúcia pudesse virar um animal de estimação. Uma bolinha macia e brincalhona, com pelo sedoso, olhos grandes e bracinhos curtos, como se fosse um pokémon do bem. Esse bicho existe, e se chama Chinchila.  


De acordo com o biólogo Wilton Hinomoto, as chinchilas são roedores muito dóceis e curiosos, adequados para quase todos os tipos de criador. "Como são animais fisicamente delicados, não é ideal que eles fiquem sob a responsabilidade de crianças pequenas. Mesmo porque, se forem apertadas com força, as chinchilas podem morrer. Por essa razão, é importante que um adulto supervisione o contato das crianças com o bichinho. Nesse caso, não há nenhum problema", explica Hinomoto. 

Apesar de não serem tão interativas como um cachorro ou tão afetuosas como um gato, as chinchilas reconhecem a voz do criador e atendem quando são chamadas pelo nome, mesmo que existam outras chinchilas no local. Animais bastante curiosos, elas adoram explorar o ambiente e necessitam de exercícios regularmente. " É fundamental que a gaiola possua prateleiras e uma roda, para que elas gastem sua energia realizando escaladas e corridas. Se possível, recomenda-se que elas sejam soltas em casa de tempos em tempos. Além disso, o dono deve assegurar que a temperatura ambiente não ultrapasse 30 graus. Como são oriundas dos Andes, elas não sobrevivem em temperaturas elevadas", alerta o veterinário.  


As chinchilas são conhecida também pela sua higiene, já que não pegam pulgas ou carrapatos. Além de ter pelos incrivelmente sedosos (cerca de 30 vezes mais macios que os cabelos humanos), sua pelagem é extremamente densa, e chega a concentrar 20.000 fios por cm², característica que impede a sobrevivência de parasitas cutâneos. Por esse motivo, as chinchilas não podem molhar os pelos, e precisam de uma vasilha com carbonato de cálcio para realizar sua higienização. Em ambientes naturais, elas removem a sujeita e oleosidade da pelagem se esfregando na poeira dos solos montanhosos. 

Além de boazinhas, fofinhas, limpinhas, as chinchilas também são silenciosas, resistentes a doenças e têm uma longevidade média equivalente à dos cachorros, entre 13 e 20 anos. Elas podem chegar a aproximadamente 30 cm de comprimento e pesar pouco mais de 1 kg. Bastante sociáveis, recomenda-se que elas não levem uma vida solitária. Também, com tamanha fofura, o desafio é adotas apenas uma e parar por aí.  

 

PELOS, PARA QUE TE QUERO 

Devido à sua sedosa e pensa pelagem, a pele dos chinchilas já era utilizada para a confecção de roupas séculos atrás, pelos habitantes das regiões andinas conhecidos como "chinchas" (daí o nome "chinchila", que significa "chinca pequena"). Hoje, a fabricação industrial de casacos de pele a partir das chinchilas não empresa animais silvestres, e sim indivíduos criados em cativeiro. Para fabricar um casaco longo, é preciso sacrificar cerca de 30 animais. 

Mais notícias


Publicidade