Aguarde...
ON Adventure - ACidade ON

Vertical Adventures apresenta

bora ligar o modo on
em nossas aventuras

ON Adventure

Cabeça Dágua em Capitólio causa mortes, desaparecimento e deixa banhistas ilhados.

Com duas vítimas fatais e vários banhistas ilhados, após uma Cabeça Dágua em Capitólio, um homem ainda está desaparecido.

| ON Adventure

Cabeça d'agua em Capitólio faz 3 vítimas logo no início de 2021 | Foto Divulgação CBMMG
 
Da diversão à tragédia, a região que ficou nacionalmente famosa por seus cânions e cachoeiras, também é marcada por mortes ocasionadas por cabeças dagua.

O ano de 2021 começou com esse evento trágico. Neste sábado (02), três vítimas foram arrastadas por uma cabeça dagua na Cascata Eco Parque, um atrativo turístico de cachoeiras que recebe as águas de um dos mais volumosos ribeirões da região, e divide os municípios de São João Batista do Glória e Capitólio, apesar de estar mais próximo do município de São José da Barra, conhecida como Furnas e onde o lago de Furnas começa.

As vítimas fatais, duas mulheres de 24 e 27 anos da cidade de Oliveira MG, já tiveram seus corpos resgatados pelo Corpo de Bombeiros de Minas Gerais e um homem ainda permanece desaparecido.

Além destas vítimas, uma teve fratura exposta de perna e outras várias ficaram ilhadas, sendo também resgatadas com o auxílio do "Arcanjo", helicóptero do CBMG.  



A reincidência dos acidentes vem se tonando frequente com o aumento do turismo da região que se entende por Furnas/Capitólio e São João Batista do Glória, no sudoeste do estado de Minas Gerais.

A cabeça dagua, também conhecida entre os mineiros como "tromba dagua" (apesar de não ser o nome tecnicamente correto) é um fenômeno que ocorre predominantemente durante o verão, período em que os turistas e banhistas mais procuram cachoeiras para se refrescarem.

Esse estigma precisa desaparecer, e para isso é necessário um planejamento de segurança que alguns atrativos turísticos da região já executam há bastante tempo, mas outros ainda precisam ser implementados.

É certo que com o passar do tempo e das ocorrências, o foco na prevenção e na segurança irá se desenvolver cada vez mais, proporcionando diversão com segurança aos turistas que crescem mais a cada ano na região de Furnas.

Os turistas, por sua vez, devem também ter consciência do local que estão frequentando e ter um comportamento seguro, isso inclui respeitar as instruções dos guias dos atrativos e não fazer uso de bebidas ou drogas.

Com o comprometimento dos dois lados, a cultura de visitação de cachoeiras e o turismo de natureza se tornará seguro e divertido, deixando estes eventos trágicos apenas no passado.

Mais do ACidade ON