Aguarde...
ON Adventure - ACidade ON

Vertical Adventures apresenta

bora ligar o modo on
em nossas aventuras

ON Adventure

Tragédia ou espetáculo da natureza?

Apesar de ser um fenômeno belo da natureza, as cabeças Dágua pode ser um evento fatal. Confira.

| ON Adventure

Tragédia ou espetáculo da natureza? Estes são dois lados da mesma moeda quando falamos de um fenômeno natural conhecido como Cabeça Dagua.

Elas acontecem nas épocas de chuvas, em especial no alto verão aqui no Brasil. Após chuvas torrenciais, a água é drenada através das minis drenagens que alimentam drenagens maiores, que por sua vez alimentam afluentes, que alimentam os ribeirões e estes recebem, como a somatória de vários afluentes, um volume enorme de água de uma só vez, gerando uma enchente súbita.  
 


Esse fenômeno se potencializa quando o solo da região que recebe a chuva tem predominância de rochas, o que diminui a absorção do solo, vertendo a água recebida para as drenagens.

O sudoeste de Minhas Gerais possui belas cachoeiras, com seus quartzitos esculpidos por águas cristalinas. Um dos destinos turísticos mais procurados da atualidade, a região da Serra da canastra, Furnas e Capitólio ficou nacionalmente conhecida por seus cânions encantadores, e são nestes locais que ocorrem as cabeças dagua, mais conhecida como "tromba dagua" pelos mineiros.

Há poucos dias, no início do ano de 2021, especificamente no dia 02 de janeiro, aconteceu uma cabeça dagua que surpreendeu muitos banhistas num atrativo conhecido por Cascata Eco Parque, deixando vários ilhados e arrastando 3 vítimas, que foram fatais.

Autoridades da região como prefeitos, comandantes de corporações militares e empresários locais se reuniram para criar medidas de prevenção.

Neste final de semana, um evento deste voltou a se repetir, com força máxima.
Porém, sem nenhuma vítima, o evento se torna um espetáculo da natureza, que impressiona seus observadores, tamanha a força das águas!

Esse vídeo mostra 3 locais diferentes da mesma região.

Os atrativos turísticos Paraíso Perdido e Quebra-Anzol, ambos recebem o mesmo ribeirão que tem o mesmo nome deste último atrativo.

O vídeo também mostra um pequeno ribeirão que fica dentro da vila de Furnas e, apesar de não ser uma atrativo turístico aberto ao público, é um local frequentado por nativos e moradores desta vila.

Percebam a empolgação e o deslumbre de quem narra os vídeos!

Mais do ACidade ON