Aguarde...
ON Adventure - ACidade ON

Vertical Adventures apresenta

bora ligar o modo on
em nossas aventuras

ON Adventure

Gabriel Lott passa pela Pedra Furada voando a 200km/h de Wingsuit.

Com o objetivo de homenagear dois amigos atletas que faleceram, Gabriel Lott realizou o desafio inédito de Wingsuit.

| ON Adventure

Equipe envolvida no projeto | Imagem: Fly Brothers

Gabriel Lott, atleta brasileiro de Wingsuit BASE, realizou no 30 de maio de 2021 um grande desafio de Wingsuit. Ele passou voando a mais de 200km/h pelo interior da Pedra Furada do Morro da Igreja, no Parque Nacional de São Joaquim, município de Urubicí-SC.

O desavio tinha o propósito de homenagear dois amigos, também atletas da mesma modalidade, que faleceram: Fernando Brito, com quem teve a primeira ideia de passar voando pela Pedra Furada em 2016 e Lucas Zorzi, com quem abriu vários pontos de saltos nas montanhas dessa região.

Para o planejamento e execução, Lott contou com Flávio Jordão, líder da Fly Brothers, uma equipe que reúne os melhores atletas brasileiros de Wingsuit BASE. 
 
Momento em que Gabriel Lott passa pelo buraco da Pedra Furada, a 200km/h | Imagem: Arquivo Pessoal
Após meses de planejamento e autorizações para uso do espaço aéreo do ICMbio e do proprietário do terreno onde seria o pouso, ele parte para a execução que foi um sucesso, mas não menos desafiador. O buraco da Pedra furada tem 6 metros de largura por 10 metros de altura, o que parece ser um espaço generoso para Lott que é campeão mundial de precisão em alvo, montado em uma folha de isopor e Sniper do CORE, no Rio de Janeiro. Mas há a dificuldade da profundidade ou a espessura da parede, que é de 20 metros. Qualquer ângulo diagonal a essa velocidade, poderia ser fatal.

Após o sucesso da passagem pelo furo da pedra, o desafio continuou, Lott e Jordão precisavam voar por mais 2,5 quilômetros até a abertura do paraquedas, onde teriam um local pequeno, mas livre para pousar. A razão entre a profundidade do cânion e a altura em que Lott passou pelo furo era a conta para conseguir chegar ao local do pouso. Qualquer erro de glide (planeio) poderia custar um pouso nas árvores que formam uma grande e densa floresta, e o resgate seria muito difícil.

Matéria completa do Esporte Espetacular e trechos do feiro, pelos links abaixo. 
Esporte Espetacular: CLIQUE AQUI
Trechos do YouTube: