Aguarde...
ON Adventure - ACidade ON

Vertical Adventures apresenta

bora ligar o modo on
em nossas aventuras

ON Adventure

Confira quais são os esportes radicais das Olimpíadas de Tóquio.

Nesta sexta-feira (23) começam as Olimpíadas de Tóquio, trazendo novas modalidades de esportes radicais. Confira quais são.

| ON Adventure

As Olimpíadas de Tóquio terão início nesta sexta-feira (23), porém sua nomenclatura será Tóquio-2020, pois teve que ser adiada por conta da pandemia de coronavírus. Porém, essa edição trará novidades, principalmente com a inclusão de novos esportes radicais na competição. Confira quais são.

Ciclismo BMX Freestyle 

BMX Freestyle | Imagem: Reprodução

A modalidade irá estrear nas Olimpíadas de Tóquio e nela os competidores têm duas chances para mostrar suas manobras em 60 segundos. Os atletas da Inglaterra, Austrália, Venezuela, Japão, Venezuela e Estados Unidos vêm se destacando bastante nesse esporte.

Ciclismo BMX Corrida 
Bicicross, ou, BMX de corrida | Imagem: Reprodução
O objetivo desta modalidade é chegar primeiro que os adversários no percurso da pista de corrida. Esse esporte não é tão novidade nas olimpíadas, pois sua estreia foi em Pequim (2008). Os países que mais vêm se destacando são Estados Unidos, Colômbia e Austrália. 
São usadas aquelas bicicletas aro 20, "pequenas", mas também há uma versão com aro maior.  É como se fosse um circuito de motocross, com rampas mais arredondadas.

Skate 
Skate | Imagem: COB/Divulgação
O Skate terá sua estreia nos jogos olímpicos de Tóquio. Os japoneses estão bastante esperançosos, pois Aori Nishimura é um dos favoritos a ganhar a medalha na categoria feminina e Yuto Horigome no masculino. 
Praticado em um Bowl, uma espécie de piscina com fundo abaulado, a execução das manobras, sua dificuldade e perfeição é que são avaliadas.

Escalada 
Escalada esportiva - Dificuldade | Imagem: Reprodução
Esse esporte radical será mais um a estrear nas Olimpíadas de Tóquio. Os países que vêm se destacando são: Japão, Alemanha, Grã-Bretanha e Eslovênia.  

Escalada esportiva - Boulder | Imagem: IFSC-climbing
As sub modalidades dentro da escalada são : 
Velocidade: Um escalador compete com outro em paredes co agarras idênticas. Ganha que chegar ao topo primeiro e acionar o botão. A segurança é feita por um sistema de tração  automático de fita preso ao escalador.
Boulder: Uma escalada baixa, de até 4,5m, porém de muita dificuldade. São poucos "lances", ou movimentos. Não usa cordas e segurança é feita por colchões chamados de crashpads. 
Altura / Dificuldade:  Semelhante ao Boulder, porém mais alta, até 15m. Nesta, o escalador sobe encordado, mas é ele quem vai "costurando" a corda em ancoragens no decorrer da subida. Envolve altura e dificuldade. É a modalidade mais próxima de uma escalada esportiva "tradicional"

Escalada esportiva - Dificuldade | Imagem: IFSC Daniel Gajda
Ciclismo Mountain Bike 
Mountain bike | Imagem: Tim De Waele
Também conhecida como Cross-Country, esta modalidade os praticantes percorrem entre quatro a seis quilômetros em trilha. Ela teve sua estreia em 1996, nas Olimpíadas de Atlanta e os atletas europeus são favoritos na disputa.  

Surfe 
Surf | Imagem: Kelly Cestari
O surfe será disputado na cidade de Tsurigazaki, a cerca de 100 quilômetros de Tóquio. 
O evento envolverá 20 atletas masculinos e 20 femininos competindo em três rodadas, e três finais compostas de baterias de 30 minutos. A primeira rodada apresenta quatro atletas por bateria, enquanto a segunda rodada terá cinco.