Vertical Adventures apresenta

bora ligar o modo on
em nossas aventuras


Publicidade

on adventure

Como começar no paraquedismo do zero

Deseja iniciar no paraquedismo? Confira como começar do zero até chegar na categoria A, onde já é considerado atleta.

| ON Adventure -

 

Salto Duplo: Indicado para quem deseja apenas ter uma experiência de queda livre sem o comprometimento de aprender e executar o modo de operação do paraquedismo, deixando isso para o instrutor executar
Se você é um amante de esportes radicais e deseja iniciar no paraquedismo, você está no lugar certo. Com base na experiência do esportista e aventureiro Sanner Moraes, separamos algumas dicas que irão te ajudar nesta jornada.

Primeiramente, é importante destacar que é recomendável que você faça um salto duplo antes de tudo, aquele em que sem nenhum conhecimento prévio, apenas pelo gosto da aventura, você salta com um instrutor experiente.

Isso porque é nele que você vai sentir se gosta ou não do esporte, e se vale ou não a pena continuar.

É importante frisar que o curso para ingresso no paraquedismo exige muita coisa na cabeça pra se gerenciar, por isso, tenha certeza antes de dar o primeiro passo.

Primeiros passos para iniciar no paraquedismo:

Se você chegou até aqui, é porque certamente já decidiu que deseja realmente embarcar nesta jornada. Então, o primeiro passo é procurar por um clube ou escola, afiliado a Federação do Estado em que atua e a alguma destas entidades: CBPQ (Confederação Brasileira de Paraquedismo), ABPQD (associação Brasileira de Paraquedistas ou ABRA (academia Brasileira de Paraquedismo). 
 

Entidades que normatizam o paraquedismo no brasil
Certifique-se de que escolheu um lugar seguro, com profissionais qualificados e de confiança.

Quais são os cursos para iniciar no paraquedismo?

Existem dois tipos de cursos para iniciar no paraquedismo.

ALS (Accelerated Static Line): apesar de ser um método antigo, ainda é ativo.

É quando o aluno sai com seu paraquedas preso a uma fita no avião, e essa fita quando estica, abre o paraquedas nos primeiros saltos. Nele, praticamente não se tem queda livre. Cada nível é composto por três saltos. 


E o método atualmente mais usado no mundo, o AFF (Accelerated Free fall), onde o aluno, depois de um curso teórico com cerca de oito a dez horas, deve cumprir sete níveis, onde desde o primeiro já há queda livre com dois instrutores por pelo menos três saltos, e depois com um instrutor por pelo menos 4 saltos. 
Início no paraquedismo: O curso Aff consiste em 7 níveis onde desde o primeiro, o aluno já tem queda livre, porém acompanhado de instrutores
Durante a progressão dos níveis, o aluno deve executar movimentos combinados previamente em solo, como se manter estável em queda livre, curvas, giros como back flip (giro para trás), ter noção da altura pelo altímetro e comandar na altura certa. Além disso, é necessário que o aluno realize a navegação do parquedas até o pouso.

Os saltos são realizados entre 10.000 e 12.000 pés de altura, dependendo da aeronave e o aluno tem entre 40 e 50 segundos para executar os movimentos previstos no briefing. 

Já a navegação dura em torno de cinco a seis minutos e, nos primeiros saltos, o aluno utiliza um comum rádio comunicador no capacete, onde recebe as instruções de solo para orientação durante a navegação.

Para concluir o curso, o futuro paraquedista deverá ter feito uma navegação sem auxílio do rádio (mesmo estando com ele). 


Qual a duração do curso de paraquedismo?

O curso pode ser dividido em dias. O teórico dura um dia todo, já os saltos são feitos em dois ou mais dias, dependendo da meteorologia. Porém, o aluno não pode ficar mais que 30 dias sem saltar. Caso isso ocorra, ele deve refazer o nível anterior ao que parou.

Lembrando que o aluno deve ter proficiência em todos os níveis e, caso fique abaixo do necessário, o nível deve ser repetido e isso custa caro. Mas não se assuste, é muito comum que o aluno repita algum nível.

Pra turbinar o aprendizado, hoje em dia temos uma excelente ferramenta, o túnel de vento. Nele, é possível simular a queda livre com a vantagem do instrutor ao seu lado, corrigindo seu voo com calma, fazendo a sua curva de aprendizado subir.

No entanto, é um opcional, e claro, custa caro! Mas se está no seu orçamento, vale muito a pena. 


Após o 7º nível, você já está saltando sozinho, porém sempre observado por algum instrutor a bordo do avião. Apesar disso, você ainda permanece na categoria A.I, que se estende até o 25º salto, onde após alguns saltos com coach de BBF, e um salto de proficiência, você finalmente se torna categoria A, sendo considerado atleta, e passa a ser autônomo de fato, mas com algumas restrições de tipos de salto.

Quanto custa um curso de paraquedismo?

É difícil dizer, porque você pode estar lendo essa matéria numa data onde os preços já mudaram. Mas, para termos uma noção, o curso no ano de 2021 custa cerca de R$ 6.000.

O paraquedismo é perigoso?

O paraquedismo é um esporte potencialmente perigoso pela própria natureza da atividade, pois o praticante está se jogando de um avião e caindo em direção a terra.

Entretanto, por ser potencialmente perigoso, os equipamentos e modo de operação foram desenvolvidos para neutralizar o risco.

Quando praticado estritamente dentro das condições ideais, ele passa a ser seguro. Mas são diversos fatores que precisam estar se conversando, tais como a condição climática, ventos, estado psicológico do atleta e etc.

Mais notícias


Publicidade