Vertical Adventures apresenta

bora ligar o modo on
em nossas aventuras


Publicidade

on adventure

Quais são os dispositivos de segurança no salto duplo de paraquedas?

Tem vontade de pular de paraquedas, mas tem medo? Confira como é a segurança e os equipamentos utilizados em salto duplo.

| ON Adventure -

 

Equipamento para salto tandem (duplo)

Antes de saltar de paraquedas, uma preocupação bastante comum é sobre a segurança desse esporte radical. Afinal de contas, não é para qualquer um pular de grandes alturas sem aquele friozinho na barriga.

Mas, justamente por ser um esporte de risco, a segurança é redobrada. Para tirar as dúvidas e te tranquilizar, iremos explicar quais são os equipamentos utilizados para garantir a segurança dos paraquedistas.

Para auxiliar nesta tarefa, convidamos o instrutor de paraquedismo Alex Carpena para explicar como tudo funciona.

SOBRE O SALTO:

O Salto Tandem é aquele em que um instrutor de paraquedismo salta com um passageiro, pessoas que tem vontade de experimentarem a queda livre, mas sem a necessidade de ser um praticante. Essa experiência é considerada como um "salto instrucional" e é a porta de entrada para o esporte, caso o passageiro tenha gostado da experiência.  

SOBRE OS DISPOSITIVOS:

Primeiramente, a pessoa sempre salta com dois paraquedas, sendo um reserva, para se por acaso (isso é muito raro de acontecer) o principal tiver qualquer problema na abertura, o reserva entrará em ação.

Para aumentar mais a segurança, é possível também abrir o paraquedas tanto do lado esquerdo como do direito. 

Mapa de identificação dos dispositivos de segurança separados por função/cores
Além do punho de comando do principal, dos dois lados, e do punho de comando do reserva, os paraquedas atualmente são equipados com o RSL, que é uma fita que extrai o paraquedas reserva, quando o principal é desconectado. 
Sistema de desconexão do paraquedas principal (3 argolas) junto ao RSL, sistema que comanda o reserva assim que o principal é liberado.
Se por acaso o instrutor ficar impossibilitado por qualquer que seja o motivo, de abrir o paraquedas principal, não o acionando na altura prevista, o paraquedas reserva também irá se abrir automaticamente, através do DAA (Dispositivo de Acionamento Automático) 
Diplay de configuração do DAA (dispositivo de abertura automática)
O cinto que o passageiro usa fica fixado em quatro pontos do paraquedas do instrutor. Na teoria, apenas um desses pontos já aguentaria o peso do passageiro, mas para maior segurança há mais pontos, até pela distribuição do equilíbrio, da estabilidade de queda livre, do conforto do passageiro e também do instrutor.

O paraquedas de salto duplo funciona de forma moderada, não foca no desempenho e performance, sendo mais seguro quando comparado aos paraquedas de alta performance em que o objetivo é um voo mais rápido, com respostas mais sensíveis e radicais.

A ordem saída do avião também é pensada para aumentar a segurança.
O salto duplo sai por último abre mais alto ter tempo de lidar com qualquer situação de anormalidade ou emergência e garantir o pouso em segurança. A saída por último que não haja colisão vertical de outros paraquedistas que comandam mais baixo, entre 3.500 e 2.500 ft (pés). A altura de comando do salto duplo é de 5.500 ft (pés) 

E se tornar um piloto de salto duplo não é uma jornada curta. Carpena explica que é necessário ter pelo menos 4 anos de paraquedismo, acumular um mínimo de 500 saltos, ter feito um curso chamado "Treinador BBF" (que pode atuar como instrutor de voo básico de barriga para atletas iniciantes) e diversas provas para que o futuro piloto Tandem demonstre suas habilidades técnicas.

Ao escolher saltar em uma área capacitada e regulamentada, estará em segurança, pois todas as regras e fiscalização são muito rigorosas.

O salto duplo é a vertente do paraquedismo mais segura que existe no mundo, por isso, se você tem vontade de praticar, não tenha medo e siga em frente nesta aventura que irá te proporcionar uma experiência incrível.

Mais notícias


Publicidade