Aguarde...
ON Run

onrun

Correr em jejum faz mal?

Correr em jejum ou sem uma boa reposição de energia, causará perda de rendimento. Entenda o motivo

| ON Run

 

Correr em jejum faz mal ? Crédito: Divulgação / Pixabay

Antes de iniciar um procedimento nutricional ou fazer qualquer intervenção em sua alimentação, seja antes, durante ou após os treinos, é recomendado procurar um profissional especializado.  

Em treinos mais longos, a dica é repor com sachês de carboidratos ou maltodextrina e, se necessário, pode fazer a ingestão de proteína, mas sempre com a orientação de um(a) nutricionista.  

Corredores (as) que não se alimentam adequadamente antes do treino, comprometem seu desempenho e acabam submetendo o organismo a um esforço adicional para obter energia. Portanto, evite correr em jejum, faça a ingestão de alimentos que ofereça um suporte energético para a atividade que está prevista.  

 

Assim, se a pessoa sair para treinar sem repor os estoques, terá uma perda considerável de rendimento. Durante o exercício, o corpo deve estar com energia suficiente para responder à atividade.  

Nossos órgãos e tecidos funcionam em harmonia e, por conta disso, precisam produzir energia para o seu funcionamento.  

Uma dessas reservas de energia é o glicogênio, que é uma soma de "várias glicoses" estocadas nos músculos. Mas essa reserva é limitada, sendo uma das causas dessa limitação o seu uso para manter as funções vitais do nosso corpo, em especial o funcionamento do cérebro, que usa apenas a glicose como fonte de energia. Quem vai treinar pela manhã em jejum enfrenta a seguinte situação: o corpo passa por uma noite de sono (em média 8 horas), gastando energia nesse processo. Por essa razão, nossos estoques de glicogênio certamente estarão em níveis baixos ao acordar.  

A alimentação, por uma questão cultural, é cheia de mitos, verdades e alguns equívocos que são comuns em várias áreas do conhecimento e situações da vida cotidiana. É comum as pessoas se perguntarem se correr em jejum faz bem ou mal, por isso, o texto abaixo vai te ajudar a entender a relação entre o jejum e a prática da atividade física.
 

E aí, gostou do nosso conteúdo? Para ler sobre mais nutrição clique aqui.
 

Seja bem-vindo ao portal  ON Run corrida não é só correr! 


Mais do ACidade ON