Aguarde...
ON Run

onrun

Especialização precoce dos atletas mirins na corrida de rua

Entenda o que é a especialização precoce e o impacto que os familiares podem ter no desenvolvimento esportivo infantil

| Especial para ON Run

Especialização precoce dos atletas mirins na corrida de rua. Crédito: Divulgação/canva

A especialização esportiva precoce é um tema extremamente importante para o futuro do esporte brasileiro, principalmente para a modalidade do atletismo com foco na corrida de rua. Ela acontece quando as crianças se especializam em um determinado esporte mais cedo do que a idade apropriada.

Esse fenômeno também tem sido bastante observado e verificado por cientistas e pela mídia. Além disso, não é difícil encontramos alguns eventos de corrida de rua em sua versão adaptada para crianças e adolescentes, prática que é sempre bem-vinda e deve ser incentivada.

A situação que traz reflexões é sobre como ocorre a prática esportiva nos mais diversos clubes, centros esportivos e no contexto familiar, uma vez que esse incentivo parte principalmente dos pais e familiares, que normalmente são ou foram corredores.

Existe uma orientação adequada para esta faixa etária?

Podem competir na categoria mirim os atletas com 13 e 14 anos, completados no ano da competição; na categoria pré-mirim encaixam-se os jovens com 11 e 12 anos, também completados no ano da competição.  

Para os que possuem 10 anos de idade ou menos, recomenda-se a realização de festivais de atletismo, sem caráter competitivo, somente de participação, já que para eles a realização de competições oficiais é proibida.

É importante lembrar que os resultados devem acontecer com naturalidade, respeitando a individualidade biológica, cognitiva, afetiva, social e cultural de cada praticante.

Os parentes podem contribuir positivamente ou negativamente para o desenvolvimento das crianças nos esportes. No caso dos pais, é necessário saber dosar a cobrança, nem deixar de lado, nem exigir demais.

Ao entender melhor a importância do esporte como manifestação social, cultural, esportiva, além do bem que ele causa para a saúde, fica mais fácil compreender que vale a pena investir no esporte desde cedo, mas tomando cuidado para evitar a especialização esportiva precoce, quando os pequenos passam a comprometer outras áreas importantes da vida em detrimento dos treinos.

É possível interferir positivamente no processo de prática esportiva ainda na infância, que auxilia no desenvolvimento natural da criança e nos seus resultados futuros, sejam eles esportivos ou não.

Mais do ACidade ON