Aguarde...
ON Run

onrun

O que é o princípio da reversibilidade?

O princípio da reversibilidade assegura que as alterações corporais obtidas com o treinamento físico sejam de natureza transitória. Entenda

| ON Run

    

O que é o princípio da reversibilidade? Crédito: Universidade do Porto

O princípio da reversibilidade guarda a seguinte ideia: "o que não se usa, perde-se". Segundo Barbanti (2010), esse princípio assegura que as alterações corporais obtidas com o treinamento físico sejam de natureza transitória. Assim, as mudanças funcionais, morfológicas e de desempenho das capacidades físicas adquiridas com o treinamento retornam aos níveis iniciais após a sua interrupção, como demonstrado na figura abaixo.  

Esse retorno ocorre na mesma velocidade da aquisição, ou seja, aquilo que se ganhou rapidamente é perdido também rapidamente, ao passo que aquisições realizadas lentamente, em um período prolongado, são mantidas com mais facilidade e desaparecem com mais lentidão.  

Essa definição de Barbanti remete ao pensamento de que, nas fases iniciais de trabalho, principalmente com novos alunos, a base deve ser construída lentamente e com uma grande diversidade de gestos motores, incluindo atividades coordenativas, posturais etc.   


Para evitar a estagnação do desempenho, considerando que os estímulos de treinamento causam um desequilíbrio na homeostase e que os atletas buscam se adaptar a esses estímulos para produzir um ganho de desempenho por meio de uma adaptação positiva, pode-se inferir que a ausência de variações nas cargas de treinamento pode deixar de produzir adaptações importantes para o desenvolvimento do aluno. Nesse sentido, a fim de se evitar essa estagnação, é importante considerar o princípio da sobrecarga progressiva para um desenvolvimento motor e cognitivo ótimo, como demonstrado na abaixo: