Publicidade

onrun

Tênis de corrida mais confortáveis podem diminuir o consumo de oxigênio?

Veja o que os cientistas concluem sobre o uso de tênis de corrida mais confortáveis e o consumo de oxigênio

| Especial para ON Run -

Tênis de corrida mais confortáveis podem diminuir o consumo de oxigênio? Crédito: Fernanda Paradizo
Com base nas investigações realizadas por Lindorfer et al., (2020) a hipótese levantada é que o aumento do conforto dos tênis poderia resultar em uma diminuição no consumo de oxigênio, junto com as mudanças nas variáveis biomecânicas em corredores.  

O objetivo do presente estudo é: determinar diferenças potenciais no consumo de oxigênio e nas variáveis biomecânicas associadas a lesões de membros inferiores quando corredores utilizam calçados com maior conforto. Participaram do estudo 15 corredores experientes que correram com 5 tênis diferentes, com classificações de conforto de acordo com a literatura pesquisada pelos autores.  

Sabendo que massa do tênis influência no consumo de oxigênio em aproximadamente 1% por 100 g de massa adicional, a diferença de massa entre os tênis desse estudo foi compensada pela colagem de chumbo nos mesmos. Todos os participantes começaram com um aquecimento de 5 minutos na esteira em uma velocidade auto-selecionada.  

Os tênis foram posteriormente classificados com base no "conforto geral" em comparações de pares durante uma corrida submáxima de cada indivíduo (velocidade de corrida determinada pelo teste de lactato (11,3 ± 1,7 km h-1)). Para evitar avaliações subjetivas do design do calçado, os participantes foram vendados no momento de escolha do tênis. Duas tentativas de corrida de seis minutos foram realizadas para as duas condições: tênis de maior preferência e tênis de menor preferência.  

Ao compararem os resultados dos corredores nas duas condições, os autores não encontraram diferenças significativas em relação ao consumo de oxigênio e não observaram nenhuma mudança nas variáveis biomecânicas analisadas. Os resultados do presente estudo não corroboram com a hipótese dos benefícios que os tênis com maior conforto poderiam apresentar em relação às lesões. Os autores indicam que há a necessidade de um trabalho longitudinal para essa investigação.  

Quer  ler mais sobre o assunto ? Clique aqui

 


Mais notícias


Publicidade