Aguarde...
ON Run

onrun

Como funciona o gasto energético durante a corrida de rua? Entenda

O gasto energético é uma conta realizada para saber quanto uma pessoa consome de energia. Veja como funciona

| Especial para o ON Run

 

Como funciona o gasto energético durante a corrida de rua? Entenda Crédito: ACidade ON - Araraquara
Gasto Energético (TMB/GET/AF Características de Treino)

O gasto energético é uma conta que os nutricionistas utilizam para saber quanto uma pessoa consome de energia, existem vários métodos, mas na prática este cálculo é feito através de uma estimativa usando equações preditivas que são rápidas e fáceis e dão início a elaboração dos planos alimentares.
A taxa de metabolismo basal (TMB), também conhecida como gasto energético basal (GEB), é a quantidade mínima de energia diária necessária para que nosso organismo desempenhe suas funções básicas para sobrevivência como respiração, circulação, metabolismo celular e manutenção da temperatura corporal, corresponde entre 60 a 75% do valor total do nosso gasto de energia do dia, este valor tem interferência de alguns fatores como a idade, o gênero, peso e a quantidade de massa magra por exemplo.

O gasto com a atividade física (AF) é um cálculo que é feito para sabermos o quanto gastamos com cada tipo de exercício para ser somado ao TMB e estimar as calorias diárias gastas por um indivíduo e pode corresponder entre 15 a 30% do nosso consumo de calorias do dia e varia de acordo com o nível de condicionamento físico, a duração e a intensidade da atividade física.
A corrida pode consumir entre 500 a 900 kcal/hora dependendo especialmente do sexo, peso, ritmo e características do treino.
O gasto energético total (GET) é a soma do nosso gasto mínimo diário (TMB) mais o gasto com o exercício (AF) mais o efeito térmico dos alimentos, gasto provocado pela digestão, absorção, transporte, transformação e armazenamento dos nutrientes que varia de acordo com o alimento ingerido e corresponde a 10% do nosso gasto total diário.

A partir disso temos a estimativa do GET diário e de acordo com o objetivo, seja perda de gordura, ganho de massa magra, manutenção do peso, aumento de performance ou tratamento de alguma doença para desenvolvermos o cardápio quantificando calorias e nutrientes de maneira individualizada.

Procure um nutricionista para te auxiliar nesse processo.