Aguarde...
ON Run

onrun

Saiba quais alimentos consumir antes do treino ou competições

A alimentação é bastante importante para um bom desempenho durante treinos ou competições. Confira quais são os alimentos indicados

| Especial para o ON Run

   

Saiba quais alimentos consumir antes do treino ou competições. (Foto: Agência Brasil)

Primeiramente, é importante destacar que visando otimizar o rendimento, a alimentação pré-treino ou prova começa nas 24 horas anteriores ao evento. Neste momento a estratégia é aumentar os estoques de glicose no sangue e de glicogênio no fígado e músculos, reservas energéticas utilizadas durante a atividade física para fornecer energia ao longo de todo o exercício, além de evitar que as proteínas sejam utilizadas como fonte de energia e prevenir e/ou retardar a fadiga.  

A quantidade de carboidratos nestas 24 horas anteriores vai depender do tipo de exercício, tempo de duração e intensidade, mas na prática o objetivo é fracionar a dieta em 6 a 8 refeições e acrescentar carboidratos em todas elas.
Como fontes de carboidratos temos: frutas, mel, geleias, arroz, macarrão, batata, mandioca, mandioquinha, milho, pães, torradas, bolo e aveia.   


A última refeição pré-treino ou prova deve ser entre 1 a 3 horas antes, de fácil digestão, rica em carboidratos, moderada em proteínas e pobre em fibras e gorduras.
A qualidade do carboidrato vai depender da antecedência que essa última refeição pré-treino ou prova vai ser feita, se o tempo de digestão for maior, o consumo de pães, aveia, arroz, macarrão ou batata pode ser uma opção, mas se o tempo de digestão for curto a indicação é consumir frutas ou sucos de frutas e suplementos como maldextrina, dextrose ou géis de carboidratos.  

Os líquidos também são importantes antes dos treinos ou competições, especialmente a água, mas também são opções os sucos de frutas naturais.   


Alimentos gordurosos devem ser evitados logo antes do treino ou competição, pois demoram mais para serem digeridos, assim como alimentos gaseificados e rico em fibras, pois podem causar desconforto estomacal e álcool pré-treino ou competição. Ou seja, nem pensar.  

Vale lembrar também que o treino não é só para o exercício, mas também para a alimentação. O ideal é testar as possibilidades de refeições junto do treinamento físico antes da competição, para que no dia da prova, não aconteça nenhuma surpresa, além de respeitar as necessidades individuais de acordo com as preferências e biotipos diferentes e não acreditar em dietas da moda que prometem milagres.  

Ter uma alimentação saudável e equilibrada de maneira geral é tão importante quanto a alimentação antes dos treinos e competições, procure um nutricionista para te orientar a longo prazo e te auxiliar nos seus objetivos.