Publicidade

onrun

Corrida de rua e nutrição: bom desempenho também passa pela boca

Nutricionista explica que bons resultados na corrida de rua são atribuídos ao planejamento com a alimentação

| ON Run -

 

Corrida de rua e nutrição: o bom desempenho também passa pela boca Foto: Arquivo pessoal

Seja o atleta olímpico com esperança de medalha nas Olímpiadas de Tóquio, o sujeito que se dedica intensamente à corrida de rua ou àquele que se aventura esporadicamente em grupo com colegas ou só. Não importa! O cuidado com a alimentação é de responsabilidade de todos.  

Planejar a alimentação é preciso
Não são apenas as tabelas de treino que precisam ser planejadas e executas, mas também o que será ingerido pelo atleta antes, durante e depois dos treinos, das provas e competições.  

De acordo com a nutricionista Ticiane Vidotto, que é especialista em nutrição esportiva, o desempenho do atleta nas corridas de rua está diretamente ligado ao planejamento com a alimentação. Quem quer aliar a boa prática esportiva a rendimentos eficientes , não pode fugir disso!  

Ticiane explica que, para este público, é necessário organizar e balancear a alimentação para que a necessidade de cada nutriente seja devidamente preenchida, respeitando as individualidades e necessidades biológicas de cada atleta.
O que serve para o seu colega de trabalho que corre com você três vezes por semana, pode não atender as necessidades do seu corpo. Se liga!  

O planejamento alimentar contribui ainda para a manutenção efetiva da saúde e das taxas, e controla a imunidade, visando bons resultados ao otimizar a recuperação após os treinos e competições.  

"Existem algumas recomendações específicas para cada um destes momentos (pré, durante e pós-treino), mas vai depender muito do preparo físico de cada indivíduo, do objetivo de cada um e da intensidade e duração do treino ou prova praticados.  

Mas, de maneira geral, a hidratação e o consumo de carboidratos se fazem necessários em todos estes momentos", afirma a nutricionista.  

Mas os carboidratos bons, tá gente? Lasanha, pizza e X-bacon não fazem parte da lista. Não rola! Você pode substitui-los por batata doce, beterraba e frutas. Obrigado, de nada!  

Procure ajuda de um profissional qualificado
Para quem quer começar ou já está no início da prática de corrida de rua, precisa se preocupar em buscar ajuda de um profissional qualificado e preparado para, junto com você, encontrar os melhores e mais seguros caminhos nutricionais que atendam a necessidade do seu corpo.  

Atenção: para não embarcar numa canoa olímpica furada, fuja das dietas milagrosas que estampam a timeline das suas redes sociais e alguns grupos de whatsapp da família e de corredores de rua.  

"De preferência procure um nutricionista para ajustar a alimentação de acordo com o objetivo dentro da corrida de rua, mas se isso não for possível, evite restrições alimentares, seja em qualidade ou quantidade, além de dicas e dietas milagrosas que tendem a prometer resultados imediatos, mas que podem prejudicar a sua saúde", alertou a nutricionista.



Mais notícias


Publicidade