Publicidade

onrun

Luiz Antonio dos Santos, bicampeão da Maratona de Chicago, faleceu neste sábado (6)

Com apenas 57 anos, o ex-atleta que já foi bicampeão da Maratona de Chicago, sofreu uma parada cardíaca em sua casa, neste sábado (06).

| ON Run -

o ex-atleta Luiz Antonio estava em casa quando sofreu uma parada cardíaca. (Crédito: Ronaldo Casarin).
 

O ex-atleta e fundador/presidente da LUASA Sports (equipe de atletismo da cidade de Taubaté), Luiz Antônio dos Santos sofreu uma parada cardíaca neste sábado (06), em casa, vindo a falecer.

A Federação Paulista de Atletismo emitiu uma nota oficial e decreta Luto Oficial de 03 dias.

Luiz, atleta excepcional e um ícone internacional da Maratona, foi um grande exemplo de atleta e cidadão, vitorioso na vida esportiva, um importante gestor do Atletismo, muito querido por toda a comunidade atlética paulista, nacional e internacional, líder nato em tudo que fazia.

Deixa um legado de trabalho, comprometimento com o esporte e alegria de viver, que muito farão falta a todos nós.

O velório será realizado a partir das 20h30 até às 02h do dia 07/11 no VELÓRIO MUNICIPAL DE TAUBATÉ, situado na Travessa São Benedito 172/200, Jardim Eulália, Taubaté-SP.

Em seguida o corpo segue para continuação do velório na cidade de Volta Redonda-RJ, onde o corpo será velado a partir das 8hs, e sepultamento previsto para às 12hs do mesmo dia, no cemitério municipal de Volta Redonda.

Confira a nota Comunicado Luto Luiz Antonio

Nascido em Volta Redonda, no dia 06 de abril de 1964, Luiz Antônio dos Santos é um dos principais nomes da maratona nacional. Começou a carreira aos 21 anos ainda na sua cidade natal e na primeira meia maratona fechou a prova em 1.24.03.

Em 1993 debutou na Maratona de Blumenau fechando o percurso em 2.12.15 escrevendo assim o novo recorde sul-americano da distância.

"Luiz, além de um grande amigo que o Atletismo me deu, atleta excepcional e um importante gestor do esporte, foi o padrinho de nossa diretoria tanto na gestão 2019/2020 quanto na 2021/2024", falou com pesar o presidente da Federação Paulista de Atletismo, Joel Oliveira.


Surge a LUASA

Encerrou a carreira em 2005 e passou a dedicar-se aos estudos com conhecimento científico e teórico, dois anos depois (2007) criou a equipe que leva nome Associação Atlética Luasa, nome derivado de suas iniciais.

Algumas conquista de Luiz Antônio dos Santos

Bi-campeão da Maratona de Chicago (1993 e 1994)
Campeão da 1ª Maratona de São Paulo (1995)
Campeão da Maratona de Furuoka Japaão (1995)
Medalha de Bronze na Maratona do Mundial de Gotemburgo (1995)
10º Lugar Maratona Olimpíada de Atlanta (1996)
5º Lugar Maratona no Mundial de Atenas (1997)
Campeão da Meia Maratona do Rio (1999)

Sempre presente na competições, Luiz Antônio dos Santos era muito próximo dos atletas e servia como inspiração para todos da equipe Luasa Taubaté.

"O Luiz era uma grande inspiração para mim, sempre me ajudava nos exercícios que eu tinha dificuldade, me incentivava a ir cada vez mais além. Ainda é um pouco difícil de acreditar que isso aconteceu", escreveu Marcela Frediani, atleta da Luasa Taubaté, treinada por Luiz Antônio.

Um livro em sua homenagem

Em 2019, o professor Anselmo José Perez publicou uma biografia com o título O Maratonista de Aço A história de um atleta brasileiro, onde conta a historia de Luiz Antônio dos Santos.

Já na sinopse era possível conhecer um pouco da história da pessoa Luiz Antônio.

Quem admira o esporte, o atletismo e, em especial, a prova de maratona vai se encantar com a história desse grande atleta. O destino reservou a Luiz Antonio dos Santos, mesmo acometido por doenças como leucopenia e arritmia cardíaca, ser um dos maiores maratonistas brasileiros de todos os tempos. Esta é a história de um verdadeiro corredor forjado na cidade do aço: o maratonista de aço.

Fonte: Atletismo Paulista

Mais notícias


Publicidade