Publicidade

onrun

CBAt leva apoio a Ribeirão Preto que será a sede dos Jogos da Juventude de 2023

O vice-presidente Edson Luciano Ribeiro cumpriu agenda na cidade e colocou a entidade à disposição para ajudar na construção de pista sintética de atletismo.

| ON Run -

Edson Luciano visita Ribeirão Preto, sede dos Jogos da Juventude em 2023 (Foto: Divulgação)
 

O vice-presidente do Conselho de Administração da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), Edson Luciano Ribeiro, dono de duas medalhas olímpicas no revezamento 4x100 m, participou nesta terça-feira (18) de reunião na Secretaria de Esportes de Ribeirão Preto (SP). Estiveram reunidos no Complexo Esportivo Elba de Pádua Lima na Cava do Bosque, o diretor de Esportes, Erik Ávila, o presidente da Associação Amigos do Atletismo de Ribeirão Preto, Sidnei Avelino dos Santos, e o atleta Gladson Barbosa, para tratar assuntos pertinentes ao atletismo regional e nacional.

Na oportunidade, o Secretário de Esportes, André Trindade, relatou que a cidade de Ribeirão Preto receberá recursos internacionais, autorizados por meio da Comissão de Financiamentos Externos (Cofiex), do Ministério da Economia, onde ao todo foram aprovados 13 projetos nacionais. Com o título "Programa Ribeirão Acolhedora e Inteligente", os recursos externos irão beneficiar ações nos setores de educação, saneamento ambiental, infraestrutura urbana, além do esporte que teve dois projetos aprovados, sendo um deles, uma pista de atletismo oficial, com todos os equipamentos necessários para eventos desta modalidade, em nível regional, estadual e nacional.

Edson Luciano também aproveitou a oportunidade para trazer felicitações do presidente da CBAt, Wlamir Motta Campos, congratulando o secretário de Esportes e o prefeito Duarte Nogueira por conquistar, para Ribeirão Preto, a sede dos Jogos da Juventude para 2023 - na ocasião, ambos estiveram juntos em Aracaju, em Sergipe, durante o Prêmio Brasil Olímpico, do Comitê Olímpico do Brasil (COB), evento onde as sedes dos Jogos 2022 e 2023 foram anunciadas. É a primeira vez que uma cidade do Estado de São Paulo é escolhida para ser sede da competição.

O vice-presidente da CBAt saiu muito contente com as novidades e colocou a confederação à disposição da cidade para que juntas possam pensar a melhor forma de adequar o espaço pretendido para o projeto no sentido de ampliar a oferta da modalidade esportiva para toda população. "Estamos nos colocando à disposição do prefeito para ajudar com os nossos contatos no Ministério da Cidadania e na Secretaria Especial de Esportes para a construção de uma pista oficial de atletismo", comentou Edson Luciano.

"Tivemos uma reunião aqui em setembro falando de uma possível parceria entre a CBAt e o Comitê Olímpico do Brasil (COB) para a organização do evento. É muito importante usar a força da CBAt e os contatos da entidade em Brasília. Demos os parabéns ao prefeito Duarte Nogueira, em nome da CBAt, e ao secretário André Trindade."

Os Jogos da Juventude são um evento multiesportivo, que tem como objetivo oferecer suporte para as modalidades olímpicas com ações que visam a formação de atletas jovens e profissionais do esporte. Anualmente, ele reúne mais de 4,5 mil jovens atletas, com até 17 anos, de escolas públicas e privadas do País.

O evento, organizado pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), segundo a Prefeitura, trará mais de R$ 9 milhões para a cidade, destinados para a compra de aproximadamente 60 mil refeições, 30 mil diárias de hotel, 2 mil diárias de veículos, mais de 80 mil litros de combustível, o que aquece a economia local, fomenta o turismo e dá visibilidade nacional e internacional para a cidade.

"Esse é um momento inédito para o esporte na nossa cidade. Ribeirão Preto tem uma ótima estrutura para receber os Jogos da Juventude e fazer uma excelente edição em 2023. Além dos centros esportivos municipais, como a Cava do Bosque, contamos com a parceria de entidades privadas, clubes associativos, entidades esportivas, escolas e universidades", comemorou o prefeito Duarte Nogueira (PSDB).

A disputa é dividida em quatro blocos de modalidades, com duração de 17 dias, para receber os melhores atletas do Brasil. No total, são disputadas 16 modalidades nos Jogos da Juventude, sendo elas: Atletismo, Badminton, Basquete, Ciclismo, Futsal, Ginástica Artística Feminina, Ginástica Artística Masculina, Ginástica Rítmica, Handebol, Judô, Natação, Taekwondo, Tênis de Mesa, Vôlei, Vôlei de Praia e Wrestling.

Mais notícias


Publicidade