Grupo Derrubando Muros critica distância do Executivo de políticas de crescimento Grupo Derrubando Muros critica distância do Executivo de políticas de crescimento

Grupo Derrubando Muros critica distância do Executivo de políticas de crescimento

Grupo Derrubando Muros critica distância do Executivo de políticas de crescimento

Em um documento idealizado por um grupo de 103 pessoas, entre ativistas, cientistas, comunicadores, acadêmicos, empresários e políticos - associação batizada de 'Derrubando Muros' - integrantes chamam atenção para o distanciamento do poder Executivo, nos últimos anos, da elaboração de políticas públicas que alinhem o Brasil com o crescimento e desenvolvimento do mundo, e sugerem soluções da sociedade civil para a economia nacional.

Segundo a 'Agenda Inadiável', nome do documento que compila soluções para o Brasil, o País tinha a 'ilusão' de que, devido a seu clima, território, diversidade cultural, entre outros pontos, se 'alinharia quase que por gravidade', ou seja, teria um cenário econômicos próspero. No entanto, pondera, 'o atual governo federal, distópico e antidemocrático' pôs um fim a essa esperança de que o País 'pegaria no tranco'.

'Fundado há 3 anos em reação a essa desesperança, o Derrubando Muros foi dando-se conta de que o País que almejamos há muito vem sendo gestado pela sociedade civil', pontua o documento.

Segundo os idealizadores, não fosse a atuação da sociedade civil e sua 'pressão contínua para gerar atenção', o novo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), por exemplo 'não teria saído do papel'. Dessa forma, integrantes do grupo articularam ideias para 11 áreas temáticas, entre elas a economia verde, inovação, energia, saúde, educação, entre outras áreas.

O grupo reúne especialistas como Ana Toni, diretora executiva do Instituto Clima e Sociedade; Fersen Lambranho, empreendedor; Horácio Lafer Piva, economista e empresário; Joana Monteiro, doutora em economia, coordenadora do Centro de Ciência Aplicada à Segurança da FGV; Luíz Barroso, engenheiro especializado em energia, diretor-presidente da PSR Consultoria; Pedro Hallal, epidemiologista e ex-reitor da Universidade Federal de Pelotas; entre outros.

Debate

Em evento que o Derrubando Muros promove nesta segunda, 1º, às 15h, um debate entre o ex-presidente do Banco Central (BC) e atual sócio fundador da Gávea Investimentos, Armínio Fraga e os jornalistas Fernando Gabeira e Pedro Dória, com cobertura do Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

Mais Notícias

Mais Notícias