Aguarde...

Política

Apoiador de Bolsonaro na pandemia, governador de Roraima é o 3º do país a contrair coronavírus

| FOLHAPRESS

RIBEIRÃO PRETO, SP (FOLHAPRESS) - Mais um governador confirmou ter contraído a Covid-19, em meio à pandemia do novo coronavírus. Desta vez foi Antonio Denarium (PSL), de Roraima, que fez o anúncio nesta segunda-feira (18).De acordo com o governador, ele acordou com um pouco de febre e tosse e fez o exame, que confirmou o diagnóstico."Hoje, segunda-feira, dia 18 de maio de 2020, amanheci sintomático, um pouquinho de febre, um pouquinho de tosse, uns sintomas leves e testei positivo no Covid-19, no coronavírus", disse Denarium em vídeo divulgado pelo governo.O governador afirmou que seguirá trabalhando de casa e que cumprirá quarentena. "Estou passando bem e vou continuar trabalhando de casa, home office, atendendo todas as demandas do governo do estado de Roraima. Eu e a minha família vamos cumprir agora uma quarentena, conforme prevem orientações do Ministério da Saúde", afirmou o governador.Denarium é um dos maiores defensores do presidente Jair Bolsonaro. Ainda em março, ele anunciou a intenção de flexibilizar regras com a adoção de delivery e drive-thru para empresas no estado em todo o comércio, após a campanha "O Brasil Não Pode Parar", do governo federal."O Brasil não pode parar, temos contas para pagar", disse o governador à época. Já no início deste mês, ele defendeu a abertura do comércio com regras específicas, sob a alegação de risco de recessão econômica.Roraima chegou nesta segunda, de acordo com o Ministério da Saúde, a 1.791 casos da doença, com 51 mortes, e é um dos estados em que preocupa o índice de ocupação de leitos de UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) disponíveis para o tratamento da doença.Antes dele, os governadores do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), e do Pará, Helder Barbalho (MDB), divulgaram ter contraído a doença.Witzel, o primeiro governador a divulgar o resultado positivo, fez o anúncio por meio de vídeo postado em redes sociais."Tive febre, dor de garganta, perda de olfato e graças a Deus estou me sentindo bem e continuarei trabalhando aqui do Palácio Laranjeiras, mantendo as restrições e recomendações médicas, e tenho certeza de que vou superar mais essa dificuldade", disse o governador no anúncio.Já Barbalho, também por vídeo, anunciou o diagnóstico e disse que parte de sua equipe tinha sido infectada. Ele divulgou uma cópia do exame em rede social e disse estar assintomático.Além deles, outros políticos também contraíram a doença, como o senador Davi alcolumbre (DEM-AP), presidente do Senado. o resultado positivo foi divulgado em 18 de março e ele retomou as atividades em 3 de abril.O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), por sua vez, teve três resultados negativos em exames para o novo coronavírus, segundo laudos entregues pela AGU (Advocacia-Geral da União) à Justiça.Os resultados indicam os nomes de Airton Guedes, Rafael Ferraz e, no terceiro, "Paciente 05". Nesse último, diferentemente dos demais, não aparece nenhum dado pessoal de Bolsonaro.

Mais do ACidade ON