Publicidade

politica

Entidades sindicais confirmam participação em ato contra Bolsonaro neste sábado

Entidades sindicais confirmam participação em ato contra Bolsonaro neste sábado

| Estadao Conteudo -

Cerca de dez entidades sindicais do movimento sindical confirmaram, nesta quinta-feira, 18, participação no ato contra o presidente Jair Bolsonaro marcado para este sábado, 20, Dia da Consciência Negra. O novo protesto vai ocorrer um mês depois da mobilização dos partidos de esquerda favoráveis ao impeachment de Bolsonaro, que teve adesão abaixo do esperado. No entanto, o ato sindical deve ser focado no combate ao preconceito e usar o lema "Fora, Bolsonaro Racista".

"A classe trabalhadora brasileira é negra e, por isso, o movimento sindical irá às ruas em todo o Brasil junto com a população negra e com todas as pessoas comprometidas com a defesa da igualdade racial, da vida, da democracia, contra o desemprego, a carestia e a fome", neste sábado, 20 de novembro, Dia da Consciência Negra" afirma o comunicado das entidades sindicais.

O movimento acontece após as mobilizações da esquerda em outubro que focaram apenas no impeachment de Bolsonaro. Segundo as entidades sindicais, o foco desse novo ato vai ser o combate à desigualdade e às injustiças sociais provocadas pelo governo federal.

"O descaso no combate à pandemia, o aumento da fome, do desemprego, a alta geral dos preços e consequente caos econômico e social pelo qual passa o País impactam, primeiramente e com mais intensidade, a população negra e pobre", acrescentou o comunicado do movimento.

As entidades que confirmaram presença no ato foram: CUT (Central Única dos Trabalhadores), Força Sindical, CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil), , NCST (Nova Central Sindical de Trabalhadores), UGT (União Geral dos Trabalhadores), CSP-Conlutas, Intersindical, (Central da Classe Trabalhadora), Central do Servidor e Intersindical Instrumento de Luta, CSB (Central dos Sindicatos Brasileiros).

Mais notícias


Publicidade