ACidadeON

Política

Marina critica decisão de juiz que 'coloca em dúvida autoridade' do Supremo

Lava Jato Lula habeas corpus TRF-4 Marina Silva

| Estadao Conteudo

A pré-candidata da Rede à Presidência da República, Marina Silva, divulgou nota neste domingo, 8, na qual afirma que decisões no plantão judicial "não deveriam provocar turbulências políticas que coloquem em dúvida a própria autoridade das decisões judiciais colegiadas, em especial a do Supremo Tribunal Federal".

"Acompanho com atenção e preocupação o desenrolar dos últimos acontecimentos. O estado de Direito é pilar da Democracia, e a observância às normas e regras processuais é o caminho pelo qual é possível legitimar a proteção jurídica a quem quer que seja. A atuação excepcional de magistrado, durante um plantão judicial de fim de semana, não sendo o juiz natural da causa, não deveria provocar turbulências políticas que coloquem em dúvida a própria autoridade das decisões judiciais colegiadas, em especial a do Supremo Tribunal Federal", afirma Marina na nota.

Diferentemente de outros candidatos à Presidência da República que veem perseguição política na condenação e consequente prisão do ex-presidente, Marina, que foi ministra de Lula, já havia se manifestado anteriormente a favor do cumprimento do que determinara a Justiça em relação ao petista.

Veja também