Aguarde...

ACidadeON

Política

Em pré-campanha, parlamentares de PE diminuem frequência nas casas legislativas

eleições 2018 PE parlamentares campanha

| Estadao Conteudo

A maioria dos deputados e senadores pernambucanos que se colocam como pré-candidatos tem dedicado mais tempo na tentativa de se viabilizarem para as eleições deste ano do que exercendo as atividades para as quais foram eleitos. Dos cinco parlamentares que lançaram pré-candidaturas ao governo de Pernambuco e a uma das vagas ao Senado, três intensificaram suas agendas de pré-campanha ao mesmo tempo em que diminuíram suas frequências nas casas legislativas nos últimos 30 dias.

O deputado federal Silvio Costa, que deve concorrer a uma vaga no Senado pelo Avante, foi o mais faltoso entre os pré-candidatos, segundo as informações levantadas pelo jornal O Estado de S. Paulo no site da Câmara. O parlamentar se ausentou da Casa sem apresentar justificativa por seis dias, faltando a 13 das 20 sessões ordinárias e extraordinárias que ocorreram no período.

O afastamento de Costa do parlamento coincide com o aumento de visitas que o político fez a cidades do interior pernambucano. Em junho, apresentando-se como o "senador de Lula" ainda em uma pré-candidatura avulsa, Costa esteve com prefeitos e ex-prefeitos em quase 60 cidades, segundo os cálculos do próprio deputado.

"Os deveres do deputado não são apenas legislar e fiscalizar o poder Executivo. Tem também que dialogar com as cidades. É o que a maioria faz nos finais de semana, mas, por ser nordestino, e junho é um mês festivo para a região, aproveitei esse grande movimento cultural para percorrer quase 60 municípios onde tenho eleitores", afirmou à reportagem.

Costa argumentou ainda que, nos dias em que se ausentou, só houve votação de "requerimentos e medidas provisórias de pouca relevância" na Câmara. "Ano eleitoral é um ano atípico mesmo para a Câmara. A partir de agosto, por exemplo, as votações devem ocorrer durante 15 dias para que nos outros 15 estejamos liberados para a campanha. Pragmaticamente é difícil conciliar as duas agendas."

Desde o dia 19, Costa compõe a chapa encabeçada pela vereadora do Recife Marília Arraes (PT), que tenta convencer seu partido a lançar candidatura própria ao governo de Pernambuco.

De acordo com dados do portal da Câmara Municipal do Recife, nos últimos 30 dias Marília compareceu a três das nove sessões plenárias. Do total de faltas, apenas duas foram justificadas.

Nos dias em que esteve fora da Câmara, a petista cumpriu uma agenda extensa de viagens ao interior do Estado, onde participou de reuniões de movimentos sociais, câmaras de vereadores, festas juninas e entrevistas a programas de rádio. Só entre os dias 20 e 24 deste mês, Marília esteve em pelo menos dez cidades do sertão pernambucano, como Santa Filomena, Ouricuri e Petrolina.

Foi durante esses 30 dias também que a petista divulgou o nome do advogado Cláudio Ferreira como coordenador do programa de seu eventual governo, e convocou a imprensa para anunciar Silvio Costa como pré-candidato ao Senado em sua chapa. Todos os eventos foram compartilhados em imagens e vídeos nas redes sociais da parlamentar.

Marília disse, por meio de sua assessoria, que é natural a intensificação da pré-campanha neste momento, o que impõe a ampliação de agendas, mas que isso não significa priorizar a pré-candidatura em detrimento da sua atividade como parlamentar. Ela argumentou ainda que, considerando todo o ano legislativo até aqui, esteve presente em 70% das sessões ordinárias e reuniões solenes.

"Sempre que possível, todos os esforços são feitos para que a maior parte das atividades de pré-campanha sejam concentradas em dias em que não haja atividades legislativas", informou a nota. A vereadora disse também que seus atos de pré-campanha são justamente em respeito aos seus eleitores que "são os maiores incentivadores" da ampliação do seu espaço na política estadual.

Em outro bloco da Câmara, o deputado federal e pré-candidato ao Senado pelo DEM, Mendonça Filho, trocou três sessões extraordinárias por uma visita à Câmara de Vereadores do Recife e pelo ato de adesão do PSC à sua chapa, encabeçada pelo senador e pré-candidato ao governo de Pernambuco, Armando Monteiro Neto (PTB). Os eventos ocorreram nos últimos dias 25 e 26, respectivamente.

Por meio de nota, Mendonça Filho informou que na semana "entre o São João e o São Pedro o deputado não foi para Brasília porque os parlamentares das bancadas do Nordeste foram liberados da presença, como é tradição na Casa." As ausências, de acordo com o texto, não comprometem o seu histórico de desempenho.

Veja também