Aguarde...

Noticias

Após soltura de Lula, Bolsonaro falta a entrevista e evita imprensa

Em Goiânia, Bolsonaro não comentou decisão da Justiça de libertar Lula nesta sexta-feira (8)

| FOLHAPRESS

Em vista a Goiânia, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) evitou comentar libertação de Lula (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
GOIÂNIA, GO (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (PSL) não compareceu a entrevista programada e evitou os veículos de imprensa nesta sexta-feira (8), em Goiânia, após a expedição da ordem de soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT.   

O presidente viajou a Goiânia para cerimônia de entrega de 214 ônibus escolares do Caminho da Escola. O programa federal foi lançado em 2007, quando o petista estava à frente do Palácio do Planalto.   

Durante a cerimônia, minutos depois da decisão do juiz federal Danilo Pereira Junior ter sido expedida, um assessor do Palácio do Planalto se dirigiu ao presidente, na tribuna de honra, e mostrou a tela de seu celular a Bolsonaro.   

O presidente ouviu em silêncio e, após alguns minutos, cochichou ao ouvido do ministro da Educação, Abraham Weintraub, que estava sentado ao seu lado.   

Próximo a discursar, o presidente não tocou no assunto e, na sequência, deixou o local da solenidade, sem comparecer a entrevista de imprensa programada anteriormente. A saída de Bolsonaro surpreendeu até mesmo a sua equipe de comunicação. 
 
Leia mais: 
Justiça Federal do Paraná determina soltura de Lula 
 
PT de Ribeirão organiza caravana para comemorar liberdade de Lula

Mais do ACidade ON