Dirigir no Cândido Portinari é como participar de um rally

Moradores do bairro reclamam dos inúmeros buracos nas ruas; prefeitura afirma que não há projeto para nova pavimentação no local

    • Jornal A Cidade
    • Jacqueline Pioli
Weber Sian / A Cidade
Sarita Karkoski diz enfrentar um rally todos os dias ao levar os filhos à escola do bairro. (Foto: Weber Sian / A Cidade)

A designer de sobrancelhas Sarita Karkoski, 39 anos, participa todos os dias de um verdadeiro rally para deixar os filhos na Escola Municipal Nicolau Dinamarco Spinelli, no Cândido Portinari. O cruzamento das ruas que dá acesso à escola está esburacado. São tantos buracos no encontro da Iolanda Pereira Acra com a Farjala Moisés que é até difícil contá-los.

O pior é que o asfalto ruim não é um problema apenas dos motoristas que passam por estas ruas. Segundo moradores do Cândido Portinari, a pavimentação do bairro precisa de manutenção. Porém, a prefeitura afirma que não há projeto previsto para recapeamento do bairro. (Leia mais abaixo).

“Esses dias até deram uma maquiada nos buracos da avenida Dina Rizzi. Mas, daqui umas três semanas vai estar aberto de novo. Quando venho deixar meus filhos na escola, tenho que desviar dos buracos. Às vezes, tenho que escolher o buraco que quero cair. E o nosso único acesso para o Flamboyant é praticamente um rally também”, reclama a moradora do Cândido Portinari.

A dona de casa Maria de Fátima Rosa Silva, 51 anos, moradora do bairro há 20 anos, lembra que a região já foi mais bem cuidada. “Quando mudei pra cá, não era descuidado assim. À medida que o bairro foi evoluindo ficou pior. Tem muito movimento de carro agora e não cuidam do asfalto. O trânsito é uma confusão, porque os motoristas têm que ficar desviando dos buracos”, diz Maria.

“Aqui na rua Farjala Moisés tem um movimento tremendo de crianças e carros porque é o acesso para a creche. Os carros vêm dos dois lados e os motoristas têm que desviar dos buracos, então, tem perigo de acidente a toda hora”, conta o porteiro da agência dos Correios do bairro, Luiz Fernando, 55 anos.

OUTRO LADO
Segundo a Secretaria de Infraestrutura, não há nenhum projeto para recapeamento das ruas do bairro Cândido Portinari. No entanto, os buracos citados pela reportagem serão inseridos na programação de serviços da pasta para que sejam tapados nos próximos dias.

“A Secretaria de Infraestrutura realiza no município um convênio com o programa Desenvolve São Paulo, que, atualmente, atende os bairros Campos Elíseos e Ipiranga. O objetivo é ampliar o número de regiões atendidas, priorizando os bairros que possuem asfalto mais antigo”, afirmou a Coordenadoria de Comunicação da Prefeitura.


5 Comentário(s)

Comentário

eduardo

Publicado:

sou instrutor de auto escola a 17 anos e motoboy a 21 anos, sei muito bem como é trafegar pelas ruas de ribeirao. precisamos estar sempre em alerta e ainda somos surpreendidos com buracos que surgem da noite para o dia. o que mais me revolta é saber a empresa Mattaria continua realizando a operação tapa buracos. com matéria prima inadequada os buracos ressurgem em poucos dias. é dinheiro jogado fora , enquanto a empresa enriquece. o contrato com esta empreiteira deve ser rescindido o mais rápido possível. realmente trafegar no portinari e no flamboyans é uma tarefa que exige paciência e habilidade do motorista.

Comentário

MARCIA PASSOS

Publicado:

parque dos FLAMBOYANS esta as moscas vc realmente escolhe que buraco quer cair ,andar de moto e impossivel nosso iptu ja chegou carne novinho mais nosso bairro ta dificil mato alto e buracos

Comentário

magda

Publicado:

o estado da pavimentação de Rib Preto esta um horror, mas o estado das ruas do bairro Portinari acredito que é um dos piores da cidade. As ruas estão que é só buracos e na maioria, o asfalto está desaparecendo ficando só pedra e terra.

Comentário

Luiz Fernando

Publicado:

É um desafio andas nas ruas do Portinari! a rua da minha casa já tem pedido para recapiar a mais de 4 anos e nada, o asfalto é de péssima qualidade e está praticamente na terra!!! Fora a avenida que está lotada de buracos que são tampados com umas pedrinhas que na primeira chuva sai tudo. Já cansamos de ver acidentes sérios na avenida de motos e carros que tentaram desviar de buracos e não conseguiram... Quando alguém se machucar gravemente ou até morrer por conta dos buracos, rapidinho eles correm pra tampar... é preciso prevenir e não remediar...

Comentário

valquiria

Publicado:

Podem até fazer o recapeamento, mas e só chover que eles reaparecem!!! Um bairro abandonado em todos os sentidos (infraestrutura, segurança, etc)!