Aguarde...

colunistas e blogs

Hilário Bocchi

Benefício emergencial ainda gera muitas dúvidas

Muitos trabalhadores ainda não conseguiram a liberação do auxílio emergencial concedido pelo Governo Federal. Entenda como recorrer em casos de pedidos negados!

| ACidadeON/Ribeirao

Hilário Bocchi Junior 
 

Esse dinheiro liberado pelo Governo Federal, como o nome já diz, como forma de auxílio emergencial, em virtude da situação de pandemia pelo novo Coronavírus tem deixado muitas pessoas preocupadas se vão conseguir receber ou não o benefício.

Esta medida foi anunciada ainda no começo do isolamento social, no momento em que muitos trabalhadores perderam parte ou totalmente a renda devido aos decretos de necessidade de fechamento de comércios, indústrias e demais empresas consideradas não essenciais.

Quem já conseguiu receber a primeira parcela do benefício já respira com alívio, mas ainda tem muita gente com o pedido em análise ou mesmo que já teve a resposta de que foi negado. Mas nem tudo está perdido. Não é hora de desistir. O trabalhador ainda pode fazer as correções necessárias e refazer o pedido.

Lembrando que para ter direito a esta medida emergencial é preciso comprovar renda de meio salário mínimo por pessoa ou renda familiar mensal de até três salários mínimos. Também, não pode ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70, no ano base de 2018.

Se o pedido foi negado, é importante checar qual o motivo da negativa e se for o caso fazer a contestação. Mas se o pedido segue em análise, uma alternativa e fazer novamente o cadastro e aguardar a avaliação.


Mais do ACidade ON