Aguarde...

colunistas e blogs

Hilário Bocchi

Corrija as informações para conseguir o auxílio emergencial

Ainda dá tempo! Saiba como pode proceder para tentar corrigir informações ou mesmo refazer a solicitação

| ACidadeON/Ribeirao

Hilário Bocchi Junior
 

Tem muita gente com dificuldade para receber o auxílio emergencial, benefício liberado pelo Governo Federal como medida de enfrentamento da crise causada pelas ações de isolamento social em controle a contaminação em massa pelo novo Coronavírus.

A segunda parcela já começou a ser paga nesta semana e tem gente que não conseguiu receber nem a primeira ainda, pois o pedido segue em análise ou mesmo foi negado.

Neste caso, se algum trecho do formulário por algum motivo foi preenchido de forma errada aí não adianta fazer contestação. Precisa mesmo fazer uma nova solicitação. Se não foi aprovado tem duas saídas: corrigir o dado errado e faz nova solicitação e voltar para a análise ou se você colocou todas as informações corretas e mesmo assim não foi provado, pode fazer uma contestação e justificar o que Governo apontou como negativa para o benefício. Aí com essa contestação a pessoa volta para o processo de análise.

Mas tem casos de pessoas que ainda não tiveram resposta. Se esse é o seu caso preste atenção. As mensagens "em análise" e "dados inconclusivos" mostram que o processo ainda está em andamento e seu pedido não foi aceito, mas também não foi negado. O processo só termina com as mensagens: APROVADO ou NÃO APROVADO.

Nem tudo está perdido. Você ainda pode ter seu pedido aprovado e receber o auxílio emergencial. Uma chance é fazer uma nova solicitação e aguardar novamente o processo de análise. Não tem outro caminho. O sistema não dá outra alternativa. A quantidade de vezes que cada solicitante pode refazer o pedido é limitada enquanto o sistema permitir. Como é tudo muito novo, ainda não temos como precisar, mas já pesquisei e conheço pessoas que já "refizeram" a solicitação pelo menos três vezes.

Enquanto a resposta final não chega, o jeito é persistir com a possibilidade que a ferramenta oferecer, que é tentar refazer o cadastro.

Mais do ACidade ON