Aguarde...

colunistas e blogs

Hilário Bocchi

Entenda como funciona a complementação de contribuições

Mudança recente no INSS pode proporcionar uma aposentadoria maior para os trabalhadores que contribuem com mais de um emprego de uma vez

| ACidadeON/Ribeirao

Hilário Bocchi Junior
 

Eu expliquei aqui mesmo, no meu blog do portal Acidade On, que uma mudança recente no INSS autoriza que trabalhadores que contribuem com mais de uma contratação, ou seja, tem mais de um emprego, já podem somar todas as contribuições para pedir a aposentadoria com um valor maior.

Clique aqui e confira este texto na íntegra!

Agora, vou explicar como funciona a complementação ou a restituição de contribuições. É simples! As contribuições menores que o salário mínimo não contam para nada (tempo de serviço, tempo de contribuição, nem mesmo carência), então precisam ser complementadas para que sejam consideradas. Já no caso das contribuições que superam o teto podem ser restituídas.

Complementação
Existem algumas exceções a essas regras e por isso o segurado que já está aposentado deve solicitar no INSS a cópia do processo que deu origem à aposentadoria. Isso pode ser feito pelo Meu INSS.

Com este arquivo basta refazer os cálculos para conferir se o valor do benefício está coreto. Mas fique atento, pois tem um prazo para isso: é de 10 anos após o início da aposentadoria.

Caso tenha dúvida ou sugestão, fale comigo. Clique aqui!




Mais do ACidade ON