Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

O Brasil precisa de menos governo e de mais governança

Confira a análise no texto do professor Vicente Golfeto

| ACidadeON/Ribeirao


Vicente Golfeto, colunista do ACidade ON (Foto: Mastrangelo Reino / Arquivo A Cidade)
    O Brasil precisa de menos governo e de mais governança. Esta começa sempre pela mudança da consciência dos dirigentes. Vejamos a Coderp, Companhia de Desenvolvimento Econômico de Ribeirão Preto, empresa cujo nome precisa ser resgatado. E urgentemente. A tarefa é implementar o desenvolvimento econômico de Ribeirão Preto cujo fim nunca é lembrado. É o empreendedor, medium vidente que tem o dom de enxergar o futuro. Ele vê a procura. E, quando pode, faz a oferta. Empreendedor é o agente de mercado que transforma um problema social, a falta de empregos, por exemplo, numa oportunidade de ganhar dinheiro. Preste atenção no que estou afirmando. E conteste, se for possível.


    A mentalidade de governança precisa também influir no plano diretor estratégico, a começar, como culturalmente começamos, pela superfície. Depois, precisamos completá-lo com o plano diretor subterrâneo. Um plano diretor com foco no futuro precisa adotar o que se chama de DOT, desenvolvimento orientado para o transporte, que é a visão em que o transporte coletivo é organizado junto com o desenvolvimento urbano e com outras peças do plano, inclusive as do sistema viário, do uso e ocupação do solo e das edificações.


    Para o trânsito ficar mais equilibradamente distribuído pelas artérias da malha viária, que precisa evoluir para se transformar num sistema viário, ele não poderá concentrar seus polos geradores, nem quanto ao número de pessoas e nem quanto a quantidade de veículos, em poucos espaços urbanos. Surgem, então, congestionamentos que dificultam a mobilidade e aceleram o aparecimento de neuroses, principalmente a ansiedade, que disparam atitudes menos educadas.


    O trânsito é uma instituição originalmente democrática mas é preciso que o cidadão, pedestre e motorista,tenha também educação democrática. E, então, estamos falando de algo que leva muito mais tempo.