Aguarde...

População das regiões metropolitanas: Campinas e Ribeirão Preto-II

Confira a análise no texto do professor Vicente Golfeto

| ACidadeON/Ribeirao

Vicente Golfeto, colunista do ACidade ON (Foto: Mastrangelo Reino / Arquivo A Cidade)
    No domingo último, ontem, publicamos análise sobre a população das regiões metropolitanas de Ribeirão e de São Paulo, capital. Hoje, neste espaço, damos sequência ao referido comentário, focalizando a demografia das regiões metropolitanas de Ribeirão Preto e de Campinas.
    Os quadros abaixo mostram, no mesmo arco do tempo que vai de 1993 a 2020, a alteração numérica da população dos trinta e quatro municípios que compõem a região metropolitana de Ribeirão Preto em cotejo com os vinte municípios que formam a região metropolitana de Campinas. 

.
    Campinas, o mais populoso dos vinte municípios da região metropolitana que leva seu nome, é o penúltimo colocado em crescimento demográfico relativo, observado em termos percentuais. Como vimos no comentário e na citada análise de domingo último, Ribeirão Preto ficou em nono lugar no ranking dos trinta e quatro municípios da região metropolitana que leva seu nome.
    No que toca à população total das três regiões metropolitanas em análise, a terceira é a da capital do Estado. Que cresceu 37,51%. No mesmo espaço de tempo, de 1993 a 2020, a região metropolitana de Ribeirão Preto expandiu sua população em 48,79% enquanto a de Campinas veio à frente das duas com 67,33%.