Acusados de matar professor em São Simão têm prisão preventiva decretada Acusados de matar professor em São Simão têm prisão preventiva decretada

Acusados de matar professor em São Simão têm prisão preventiva decretada

Pedido feito pela Polícia Civil foi aceito nesta sexta-feira (24); Dupla já estava em prisão temporária na cadeia pública de Santa Rosa de Viterbo

Wesley Eckstein de Camargo, de 45 anos, foi assassinado em São Simão - Foto: Reprodução/redes sociais
 

A Justiça decretou nesta sexta-feira (24) a prisão preventiva dos dois acusados de matar o professor Wesley Eckstein de Camargo, de 45 anos, em 27 de maio, na cidade de São Simão, a cerca de 50 quilômetros de Ribeirão Preto.

Walasse Oliveira de Souza Vicente foi o último a ser preso, no início deste mês em Cafelândia (SP). Segundo a Polícia, ele confessou participação no crime. 

LEIA MAIS
Conta de luz continua sem cobrança de taxa adicional em julho
Diesel fica mais caro que gasolina pela 1ª vez desde 2004, diz pesquisa

Já o outro preso, Rogério Quintino Rodrigues, com passagens por furto, roubo e tráfico de drogas, permaneceu em silêncio durante o depoimento.

Ambos respondem por latrocínio (roubo seguido de morte) e estão na cadeia pública de Santa Rosa de Viterbo.

O que sabe sobre o crime


A Polícia Civil suspeita que o professor de música reconheceu um dos ladrões durante a ação e por isso foi assassinado. O homem que teria sido reconhecido pela vítima é Walasse. 

O professor foi encontrado morto em casa com um lençol no rosto e uma gravata enrolada no pescoço.Os peritos disseram à época que encontraram sangue no quintal, o que indica que a vítima teria sido abordada ainda do lado de fora. 

O laudo necroscópico da perícia, divulgado nesta semana, após quase um mês do crime, apontou que o professor foi morto por asfixia mecânica e traumatismo cranioencefálico (lesão no cérebro).  

O violino de Wesley que havia sido roubado foi encontrado no dia 10 de junho, em um terreno baldio, em uma comunidade na região do aeroporto de Ribeirão.  

VEJA TAMBÉM - O que pode ter levado box a estourar e ferir a cantora Maraísa? Entenda  

Violino de professor morto é encontrado em comunidade de Ribeirão - Foto: Polícia Civil

Mais Notícias

Mais Notícias