Com inscrições abertas, Unicamp usará tecnologia contra fraudes em cotas Com inscrições abertas, Unicamp usará tecnologia contra fraudes em cotas

Com inscrições abertas, Unicamp usará tecnologia contra fraudes em cotas

Ferramenta de reconhecimento facial vai analisar imagens coletadas durante a realização da segunda fase da prova; Veja também o calendário do Vestibular 2023

Com inscrições abertas, Unicamp usará tecnologia contra fraudes em cotas - (Foto: Antônio Scarpinetti/SEC Unicamp)

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) iniciou nesta segunda-feira (1º), o período de inscrições para o Vestibular 2023, que contará com nova tecnologia de reconhecimento facial para evitar fraudes em cotas raciais.   

Batizada de Smart Face, a ferramenta foi desenvolvida pelos profissionais da Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) e usará imagens coletadas durante a realização da segunda fase da prova.   

VEJA TAMBÉM  

Gordura que causa celulite é vilã para problemas cardíacos? Entenda 

Dois homens são presos após perseguição policial em Ribeirão Preto

O diretor da Comvest, José Alves de Freitas Neto explica que a Smart Face não tem caráter excludente e serve como ferramenta de apoio para o trabalho da banca avaliadora.  

Segundo ele, se o reconhecimento facial não identificar as características fenotípicas do candidato, ele é submetido a uma videochamada com a comissão. Ao mesmo tempo, se o sistema reconhecer os traços, a banca não poderá vetá-lo.

'Se ele não quiser essa análise por imagem, pode participar só da videochamada. No entanto, é mais vantajoso optar pela análise de imagem, que não pode ser vetada', explica. 

Como vai funcionar

As fotos serão coletadas durante as provas da segunda fase, uma vez que o reconhecimento facial passou a substituir o sistema antigo de impressão digital desde o último vestibular da Unicamp.  

Freitas garante que o Smart Face é mais seguro do que outras plataformas online, uma vez que apenas os funcionários da própria universidade têm acesso a ele.

'Esse software foi desenvolvido pelos funcionários da própria Comvest, então o sistema de segurança e os dados não estão disponíveis em nenhuma outra plataforma. As bancas trabalharão exclusivamente dentro da Fuvest', explica. 

Segundo Freitas, 92% dos candidatos que se autodeclararam pretos e pardos no vestibular do ano passado e compareceram à avaliação da banca foram validados. 'O intuito é poder dar mais agilidade ao processo, uma vez que as videochamadas atendem sete pessoas em uma hora. Muitas vezes, o candidato não tem conexão à internet ou está no trabalho', conclui. 


Calendário Vestibular Unicamp 2023


- Inscrições e pagamento da Taxa de Inscrição: 1/8 a 2/9 (pagamento até 9/9)

- Provas de Habilidades Específicas - Música: 19 a 30/9

- 1ª fase: 6/11/2022

- Divulgação dos aprovados para a 2ª fase: 3/12

- 2ª fase: 11 e 12/12

- Provas de Habilidades Específicas: 4 a 6/1/23

- Divulgação da primeira chamada: 6/2/23

- Matrícula online da primeira chamada: 7, 8 e 9/2/23 

LEIA MAIS - Etanol recua mais de 25% em todo o Brasil e custa em média R$ 4,21

Mais Notícias

Mais Notícias