Aguarde...

Cotidiano

Ribeirão tem o maior número de casos de dengue desde 2016

Em 2019, a secreta da Saúde de Ribeirão Preto confirmou 14,1 mil casos de pessoas infectadas com a doença

| ACidadeON/Ribeirao

Imóveis na região de Ribeirão Preto têm, em média, 3,9 focos de Aedes aegypt (Foto: Weber Sian/Arquivo A Cidade)
 
Ribeirão Preto teve 14.189 casos de pessoas infectadas com a dengue no ano de 2019, de acordo com o boletim epidemiológico, divulgado pela secretaria municipal da Saúde, nesta segunda-feira (6). Essa é a maior quantidade de casos registrados da doença desde 2016, quando foram confirmadas mais de 35 mil pessoas infectadas.   
 
CLIQUE AQUI E LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE RIBEIRÃO PRETO E REGIÃO


No último mês de dezembro, 80 diagnósticos de dengue foram confirmados em Ribeirão Preto. Além disso, foram registradas três mortes de pessoas contagiadas com a doença em todo o ano de 2019.  

As regiões com mais registros de dengue são as zonas Oeste (4,4 mil casos) e Norte (3,8 mil pessoas infectadas). Na zona Leste foram registrados 3 mil casos da doença, na zona Sul 1,2 mil foram pessoas com dengue e no Centro foram registradas 1,6 mil pessoas contagiadas.  

De acordo com a secretaria da Saúde, 80% dos focos do mosquito Aedes aegypti foram encontrados em residências da cidade. A pasta informa que ao longo de 2019 foram recolhidos mais de 50 toneladas de entulhos que acumulam água parada, potenciais criadouros do mosquito Aedes aegypti.  

Mais
 
O boletim epidemiológico ainda aponta que foram registrados cinco casos de chikungunya em Ribeirão Preto no ano de 2019 (todos no mês de janeiro). Além disso, não foram confirmados casos de zika vírus nem de febre amarela, embora tenha sido apontado um caso suspeito no último mês de dezembro, mas que não foi confirmado.  

No ano passado, também foram registrados 77 casos de pessoas infectadas com o sarampo. O último caso confirmado aconteceu em setembro. Porém, nove notificações ainda estão sendo investigadas.  
 
Leia mais: 
Estado coloca Ribeirão Preto em estado de alerta contra o Aedes

Mais do ACidade ON