Aguarde...

Cotidiano

Veja como estão as gêmeas Maria Ysabelle e Maria Ysadora

As então gêmeas siamesas, separadas em Ribeirão Preto no final de 2018, devem retornar ao HC para acompanhamento do caso

| ACidadeON/Ribeirao

Meninas foram completamente separadas após cinco cirurgias, em outubro de 2018 (Foto: arquivo pessoal)
 

As gêmeas Maria Ysabelle e Maria Ysadora, de 4 anos, que nasceram unidas pelo topo da cabeça, devem voltar ao Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto nos próximos meses para uma consulta de rotina e acompanhamento do caso.  

Elas foram totalmente separadas em outubro de 2018, após cinco cirurgias de sucesso realizadas por especialistas ribeirão-pretanos e até dos Estados Unidos.  

O tratamento, estendido por mais de um ano, entre intervenções, internações e recuperação, foi encerrado menos de dois meses depois. Em maio de 2019, a família foi liberada para voltar para Aquiraz, no Ceará, onde vive atualmente.  

Uma foto das meninas, nacionalmente conhecidas como as "Gêmeas Siamesas", foi divulgada nesta sexta-feira (10) e mostra o resultado de todo o empenho dos profissionais e garra da dupla para finalmente conquistar a independência de seus movimentos.  

Ambas aparecem sorrindo na imagem, apoiadas em um móvel e com os couros cabeludos quase que completamente preenchidos novamente. As cirurgias, por serem focadas principalmente na desconexão dos vasos sanguíneos e reconstrução dos crânios, haviam os comprometido.  

Também nesta sexta (10), ACidade ON tentou entrar em contato com os pais das crianças para confirmar a data que a família deve retornar à Ribeirão Preto e o estado atualizado de saúde delas, mas até a publicação desta matéria, não obteve retorno.  

 
LEIA MAIS
HC de Ribeirão Preto recebe siamesas para cirurgia de separação  

Cirurgia de separação de gêmeas siamesas terá cinco etapas  

'Siamesas estão sorridentes e se recuperam bem', diz médico  

Segunda cirurgia das irmãs siamesas mobiliza 25 profissionais  

Gêmeas siamesas já estão na 3ª cirurgia de separação no HC  

Gêmeas unidas pela cabeça foram separadas às 21h09 de sábado  

Médicos e pais comemoram separação de gêmas siamesas




Mais do ACidade ON