Aguarde...

Cotidiano

Comerciantes protestam contra o endurecimento da quarentena

Cerca de 50 comerciantes ocuparam a esplanada da Prefeitura de Ribeirão Preto e pediram para voltar a trabalhar como antes

| ACidadeON/Ribeirao


Protesto foi formado em frente ao Palácio Rio Branco (Foto: CBN Ribeirão)
 
Um grupo de comerciantes ocupou a esplanada do Palácio Rio Branco, onde está instalada a Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto, nesta quinta-feira (9), e protestou contra o endurecimento das regras da "nova quarentena".  


Cerca de 50 empresários se reuniram no período da manhã, munidos de faixas que pediam "o fim da hipocrisia" e a maioria de roupas nas cores verde e amarela, e solicitaram a presença do prefeito Duarte Nogueira (PSDB) na discussão. 
 
 
MAIS: Ribeirão Preto tem recorde de casos  se covid-19 em 24 horas 


O objetivo, mais uma vez, é debater a vigência da fiscalização, além da possível abertura das lojas. Isso porque a cidade continua na fase vermelha do Plano São Paulo e está proibida de retomar as medidas de flexibilização.  

Além disso, a curva de contágio do novo coronavírus (covid-19) continua em crescimento na região. Quase 7 mil pessoas já contraíram a doença apenas em Ribeirão Preto e 208 morreram.  

A equipe da CBN acompanhou parte da manifestação e apurou que muitos questionaram a lotação do transporte coletivo urbano, que deveria estar sendo controlada pelo Poder Público, e a persistência de algumas lojas que continuam abertas no Calçadão Central.  

A Polícia Militar e a Guarda Civil Municipal também acompanharam o ato.  
 

MAIS: HC chega a 100% de ocupação de UTIs destinadas a covid-19
 

Outro lado  

Questionada, a Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto disse apenas que "espeita manifestações populares". Em coletiva realizada na terça-feira (7), o prefeito Duarte Nogueira ressaltou que as restrições são impostas pela necessidade de combater a covid-19, não pela prefeitura (clique aqui e veja a manifestação).  



Mais do ACidade ON