Aguarde...

Cotidiano

Região de Ribeirão é a líder no Estado na ocupação de UTIs

Mesmo sendo a quarta região do interior com mais leitos, Ribeirão Preto não consegue avançar para fase mais brandas da quarentena

| ACidadeON/Ribeirao

UPA Treze de Maio virou Polo Covid (foto: Weber Sian / ACidade ON)

A região de Ribeirão Preto é líder em todo o Estado de São Paulo na taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) destinados para tratar a covid-19. Isso contanto o interior, o litoral e a capital.

Segundo dados divulgados nesta sexta-feira (10), em coletiva no Palácio dos Bandeirantes, a região de Ribeirão tem ocupados 88% dos leitos. Em segundo vem Franca, com 85%, seguida por Campinas, 80%. 
  

MAIS: Estado avança e Ribeirão fica para trás 


No entanto, de acordo com os dados do Governo de São Paulo, Ribeirão Preto é a quarta região do interior com mais leitos destinados à covid-19. São 15,7 leitos de UTI para cada 100 mil habitantes. Apenas a Baixada Santista, com 26,2, Campinas, com 18, e Rio Preto, com 17,3 tem mais leitos por habitante.

Excluindo a capital, o Plano São Paulo dividiu o interior e o litoral em 16 regiões. Ou seja, 12 dessas regiões têm menos leitos que Ribeirão Preto e mesmo assim tem a taxa de ocupação mais baixa.

Vale ressaltar que Franca, que é a segunda em taxa de ocupação, tem apenas 7.1 vagas para cada 100 mil habitantes. Menos da metade da região de Ribeirão Preto. 


NÚMEROS DO INTERIOR E LITORAL

Cidades com mais leitos por habitantes:

- Baixada Santista: 26,2 leitos a cada 100 mil habitantes
- Campinas: 18 leitos a cada 100 mil habitantes
- Rio Preto: 17,3 leitos a cada 100 mil habitantes
- Ribeirão Preto: 15,7 leitos a cada 100 mil habitantes
- Piracicaba: 13,3 leitos a cada 100 mil habitantes


Cidades com a maior taxa de ocupação:
- Ribeirão Preto: 88%
- Franca: 85%
- Campinas: 80%
- Piracicaba: 78%
- Sorocaba: 74% 

VEJA TRECHO DA COLETIVA DESTA SEXTA EM SÃO PAULO: 



Mais do ACidade ON