Aguarde...

Cotidiano

Aos 95 anos, idosa do Lar dos Velhos se recupera da covid-19

Maria Helena Telles é uma das oito pessoas que foram contaminadas pelo novo coronavírus na instituição de Ribeirão Preto

| ACidadeON/Ribeirao

 

 

Aos 95 anos, Maria Helena Telles, moradora do Lar dos Velhos de Ribeirão Preto, deu uma aula de esperança e mostrou que é possível se recuperar da covid-19.  

A idosa e outras sete pessoas da instituição contraíram o novo coronavírus. Todas venceram a doença. Maria ainda voltou para o asilo, na semana passada, em grande estilo: com direito a recepção calorosa, mas respeitando as medidas de distanciamento, e muita comemoração. 

"Eu estou ressuscitando [...]. Fiquei muito feliz com essa recepção e esse dia lindo que está fazendo hoje", diz. Veja o vídeo acima.  

Maria Helena mora no Lar dos Velhos desde 2012 e pode ter contraído a doença em uma rápida internação na Santa Casa de Ribeirão, no mês passado. Ela tem arritmia e foi submetida a um procedimento cirúrgico neste período.  

Ao ACidade ON, a enfermeira responsável pela entidade, Suellen Borelli, disse nesta terça-feira (14) que a recuperação da idosa foi um sucesso, assim como dos outros dois que acabaram contaminados. Mais cinco funcionários também foram infectados, mas já saíram do isolamento. 
 
"A dona Maria Helena está muito bem e já voltou para a rotina dela de leitura. Ainda assim, todos os moradores estão usando máscaras diariamente e permanecem sentados com pelo menos um metro de distancia", explica a profissional. As visitas estão suspensas na instituição.  

Para comemorar o bom resultado - e o hábito saudável da leitura -, a idosa ganhou uma prateleira de livros literários. "Ela adora e costuma ler cinco livros por semana", conta Suellen.


Ajude  

Para conter uma possível "segunda onda" de contaminação, o Lar dos Velhos tem investido na limpeza reforçada do prédio, localizado no bairro Ipiranga, na zona Norte de Ribeirão Preto, e precisa da doação de produtos sanitários e de desinfecção.  

Ainda de acordo com a enfermeira responsável pela instituição, Suellen Borelli, água sanitária e equipamentos descartáveis de proteção, como máscaras, aventais, luvas e etc, são os itens mais usados e que precisam de reforço emergencial na instituição não-governamental.  

Quem puder ajudar, pode deixar as doações na própria entidade, na rua Travessa Pura Pantozi, 110. Mais informações: (16) 3630-3235. 
 
 
MAIS: Clique aqui e veja tudo sobre o novo coronavírus


Mais do ACidade ON