Aguarde...

Cotidiano

Paciente com aneurisma consegue vaga de UTI em Ribeirão

Uma semana depois de ser internada em estado grave na UBDS Central, Rosana conseguiu um leito de UTI no HC-UE

| ACidadeON/Ribeirao

.
 

A paciente Rosana Antonio de Morais, de 55 anos, foi transferida da UBDS Central de Ribeirão Preto para a Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas, no final da tarde de quinta-feira (23), e já está em um leito de UTI neurológico.  

A atualização, no entanto, só aconteceu uma semana depois da internação, quando a mulher deu entrada no SUS (Serviço Único de Saúde) com um aneurisma rompido e em estado extremamente crítico. Ela está entubada e inspira cuidados.  

LEIA MAIS
Mulher com aneurisma aguarda leito de UTI há 6 dias  

Após ser procurado pela filha dela, Carolina Morais, ACidade ON tornou público o caso na mesma data e procurou a Secretaria Municipal de Saúde.  

O posicionamento da pasta deixou claro que os hospitais municipais precisaram se reorganizar, por conta da pandemia do novo coronavírus (covid-19), mas não confirmou a falta de leitos para outras doenças.  

"A paciente inspira cuidados, mas se encontra estável, recebendo todos os cuidados necessários e aguarda regulação", informou a secretaria.  

Nesta sexta-feira (24), Carolina confirmou que Rosana está no HC-UE e tem recebido, desde o período da manhã, os tratamentos adequados.  

"Finalmente conseguimos essa vaga de UTI e estamos muito agradecidos. Infelizmente, o prognóstico não é dos melhores: os médicos disseram que um caso de aneurisma rompido tem, em média, quatro horas para ser revertido. Minha mãe aguardou uma semana para isso, mas estamos confiantes", desabafa a filha.  
 
O estado atualizado da mulher não foi divulgado. A reportagem acompanha a evolução do quadro. 

Mais do ACidade ON