Aguarde...

Cotidiano

Robô deve zerar acúmulo de testes da covid-19 sem resultados

Expectativa da Fiocruz é que a demanda de análises suba de 384 para 800 exames concluídos por dia; mais de 6 mil pessoas aguardam os resultados

| ACidadeON/Ribeirao

Robô entra em operação nesta segunda-feira (27)
 

Passada a primeira semana de treinamentos, o robô da Fiocruz de Ribeirão Preto deve começar a operar em capacidade máxima a partir da próxima segunda-feira (3) e ajudar a zerar o acúmulo de testes da covid-19 sem resultados na cidade.  

Até a tarde de quinta-feira (30), 6.552 pessoas que apresentaram possíveis sintomas do novo coronavírus e que fizeram os exames ainda estavam sem respostas. O balanço foi divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde e Departamento de Vigilância em Saúde.  

LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE O NOVO CORONAVÍRUS EM RIBEIRÃO PRETO E NA REGIÃO  

Rodrigo Stabeli, diretor da Plataforma de Medicina, diz que 60% dos 1 mil testes feitos até o momento tiveram resultado positivo. A expectativa é que a demanda aumente de 384 para 800 análises diárias.  

"Com esse treinamento, esperamos zerar esse represamento de testes que existe no município. Mas, é importante salientar que todos os exames que são colocados nesse consórcio [entre a Prefeitura de Ribeirão Preto e a Fiocruz] são de síndrome gripal leve", explica. 

Esse conceito de pacientes diz respeito àqueles que têm indícios de infecção por coronavírus, mas estão em condição de andar e serem tratados em casa. Os casos mais graves, internados na enfermaria ou UTI, são passados na frente pelos órgãos responsáveis.  

Após a conclusão dos testes que estão parados, a Fiocruz quer, ainda, usar os resultados finais para mapear as regiões da cidade que foram mais afetadas pela curva de contágio da covid-19.  

"A dinâmica que queremos estabelecer precisa que os testes sejam solucionados diariamente para que o atendimento seja humanizado e, em casos positivos, tornar o isolamento imediato para interromper a transmissão da doença. Isso beneficiará todos de Ribeirão", conclui Stabeli. 
 
Atualmente, o município já confirmou 13.421 pacientes com coronavírus e 363 mortes.

Mais do ACidade ON