Aguarde...

Cotidiano

O que é dinheiro e como ele influencia a economia?

Entender como essa ferramenta funciona é fundamental não apenas para saber como o sistema monetário e a economia funcionam, mas para entender a vida humana moderna

| ACidadeON/Ribeirao

Eliseu Hernandez D'Oliveira, assessor de investimento da BlueTrade (Foto: Weber Sian / ACidade ON

De uma perspectiva econômica e financeira, entender exatamente o que é dinheiro e como ele influencia a economia é crucial. Porque o dinheiro é a ferramenta mais importante que usamos na vida desde sempre. O dinheiro está no centro de todas as transações financeiras, incluindo nossos cálculos de produção, lucros e todas as medidas de nossa saúde financeira. Entender como essa ferramenta funciona é fundamental não apenas para saber como o sistema monetário e a economia funcionam, mas para entender a vida humana moderna. 


Por que usamos dinheiro?

Antes que possamos dizer o que é dinheiro, é útil entender primeiro por que o dinheiro existe. Para responder a essa pergunta e realmente começar a entender o dinheiro e a sua história, pode ser útil entender o propósito mais básico a que o dinheiro serve.

Como pessoas altamente socializadas e inteligentes, nós, humanos, criamos várias ferramentas que melhoram nossa capacidade de comércio e interação. Um sistema de troca (escambo) é relativamente primitivo e insuficiente porque força você a obter algo que outra pessoa deseja em troca das coisas de que você pode precisar.

Criar um meio universal de troca é o vínculo que une todos os bens e serviços e os torna trocáveis. Em sua essência, o dinheiro é simplesmente uma "construção social" que permite a troca de bens e serviços.

O dinheiro, dentro de uma sociedade humana moderna, é altamente evoluído, formal e até mesmo institucionalizado. A verdadeira história do dinheiro se perde no tempo, mas é provável que o dinheiro tenha começado na forma de promessas tácitas, evoluindo por meio de um sistema de troca de algum tipo (ouro, em várias civilizações) e se expandido ao longo do tempo para promessas formais e contratos legais. Hoje, a maior parte do dinheiro é definida e protegida por leis. O dinheiro moderno evoluiu principalmente para os registros eletrônicos de contas (Pix?).

Vivemos em um sistema econômico altamente avançado e sofisticado, baseado na interação social de troca de bens e serviços por dinheiro. Dito de outra forma, o dinheiro é o meio pelo qual obtemos acesso às coisas que desejamos. Nem sempre você pode trocar uma massagem nas costas, mas resolvemos esse problema criando algo que facilita a troca da maioria dos bens e serviços. Por exemplo, se quero uma massagem nas costas, mas não quero massagear as costas de ninguém em troca, não tem problema. Em vez disso, posso receber uma massagem nas costas e pagar pelo serviço. Assim anula a minha necessidade de ter que fazer massagem equivalente nas costas de alguém. E a pessoa que recebeu meu dinheiro pode utilizá-lo para comprar o que quiser.

Em seu nível mais básico, o dinheiro é apenas uma ferramenta criada para facilitar as trocas entre sociedades altamente socializadas - uma ferramenta social que atua como intermediária nas transações.

Em textos futuros, vamos discutir outros aspectos do dinheiro, como unidade de contagem, valor intrínseco e reserva de valor.

Mais do ACidade ON