Aguarde...

Cotidiano

Mutirão contra a dengue elimina criadouros em Ribeirão

A ação se concentrou na zona leste da cidade ; 41 focos de larvas do mosquito foram eliminados no arrastão

| ACidadeON/Ribeirao

 

Mutirão recolhe materiais descartáveis e pneus neste sábado, 8 de maio, na zona leste de Ribeirão. Foto: Prefeitura

O Departamento de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal da Saúde realizou neste sábado, 8 de maio, um arrastão para eliminar focos do mosquito aedes aegypti, causador da dengue e outras doenças como zika e chikungunya.   

O mutirão se concentrou nos bairros Jardim Helena, Parque dos Servidores, Jardim José Figueira e Parque São Sebastião, todos  localizados na zona leste da cidade.  

Ao todo mais de 4 mil imóveis foram vistoriados.

Na ação, que envolveu mais de 120 profissionais, foram recolhidos pouco mais de 3 mil quilos de materiais descartáveis que poderiam acumular água, 160 pneus e eliminados 41 focos de larvas do mosquito.  

Dengue em Ribeirão  

Segundo o Departamento de Vigilância em Saúde, Ribeirão Preto fechou o mês de abril com 50 casos confirmados de dengue na cidade.

Em comparação ao mesmo período do ano passado, quando foram registrados 1.865 casos da doença, houve uma redução de 97,32% de pessoas infectadas pelo mosquito aedes aegypti.

Desde abril do ano passado, os casos de dengue em Ribeirão Preto estão em queda, de acordo com o órgão ligado a Secretária Municipal da Saúde.

Já o acumulado do ano registrou 168 casos em 2021, contra 16.537 entre os meses de janeiro a abril de 2020. A queda foi de  número de  98,98%.

Chikungunya, zika vírus, microcefalia, gripe H1N1 e Sarampo

No caso da chikungunya, não houve nenhuma confirmação da doença em abril de 2021.

Quanto à microcefalia ou outras alterações neurológicas possivelmente relacionadas à infecção pelo zika vírus, também foi registrado um caso suspeito em abril deste ano, mas não confirmado.

Em relação à Síndrome Respiratória Aguda Grave (gripe causada pelo vírus Influenza), não foi confirmado nenhum caso no mês. Não há também nenhum caso de sarampo registrado.

O Boletim Epidemiológico está disponível no site da Prefeitura.






Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON