Publicidade

cotidiano

Carreta oferece exames de mamografia no Centro de Ribeirão Preto

Unidade móvel atenderá a população feminina de Ribeirão Preto até o dia 2 de julho, na esplanada do Theatro Pedro II

| ACidadeON/Ribeirao -

A unidade móvel ficará disponível de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados, das 8h às 12h (Foto: Divulgação/CCS Ribeirão)
 
O Centro de Ribeirão Preto recebe a partir desta terça-feira (21) até o dia 2 de julho, na esplanada do Theatro Pedro II, o programa "Mulheres de Peito", que oferecerá exames de mamografia gratuitos, facilitando o acesso das mulheres ao exame preventivo do câncer de mama. 

A unidade móvel do Governo de São Paulo ficará disponível de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados, das 8h às 12h. A Secretaria Municipal da Saúde distribuirá cerca de 50 exames de mamografia por dia de forma gratuita. Aos sábados, serão 25 senhas.  

VEJA TAMBÉM  

Estado entrega centro de terapia contra o câncer em Ribeirão
 

SP diz que aguarda envio das doses para vacinar pessoas acima de 40 anos
 
As mulheres de 35 a 49 anos deverão apresentar RG, cartão do SUS (Sistema Único de Saúde) e pedido médico, que poderá ser solicitado no local. As mulheres com idade entre 50 e 69 anos deverão apresentar RG e cartão do SUS, sem a necessidade de pedido médico.  

"95% dos casos de câncer de mama diagnosticados no início têm chance de cura. Para aumentar a possibilidade de um diagnóstico precoce do câncer de mama, é necessário realizar o exame de mamografia", explica a coordenadora de Assistência Integral à Saúde da Mulher, da Secretaria Municipal da Saúde, Janaína Boldrini França.  

Câncer de mama no Brasil e no mundo
 
A OMS (Organização Mundial de Saúde) estima que no mundo ocorram cerca de 1 milhão de casos de câncer de mama por ano. É o tipo de câncer que mais incide sobre a população feminina e é a causa mais frequente de morte por câncer em mulheres.  

As causas do câncer de mama não são totalmente conhecidas, mas sabe-se que a doença é multifatorial e depende de uma complexa combinação de fatores. A idade é o principal fator de risco, que aumenta a partir dos 35 anos em alguns grupos.  

As mulheres que têm entre 50 e 70 anos são as mais propensas, por isso, as políticas de rastreamento, baseadas nas recomendações da Organização Mundial de Saúde, são prioritariamente focadas nessa faixa etária. Existe também a predisposição genética, que representa de 5% a 20% dos casos.  

Os fatores que predispõem as mulheres ao câncer de mama são classificados entre os inevitáveis e os que podem ser evitados por meio da mudança ou incorporação de hábitos e comportamentos, possibilitando assim a intervenção direta dos programas de prevenção.  

O número de óbitos por câncer de mama é alto ainda, em decorrência de vários fatores, sendo o principal deles o diagnóstico tardio por falta de acesso aos exames e informação.  

LEIA MAIS  

Centro de Qualificação tem mais de 800 vagas em Ribeirão Preto
 
A unidade móvel ficará disponível de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados, das 8h às 12h (Foto: Divulgação/CCS Ribeirão)

 

Publicidade