Piracema chega ao fim e pesca volta a ser liberada nos rios de SP Piracema chega ao fim e pesca volta a ser liberada nos rios de SP

Piracema chega ao fim e pesca volta a ser liberada nos rios de SP

Período de reprodução dos peixes nativos teve início no dia 1º de novembro do ano passado e terminou nesta segunda (28)

Piracema vigorou até esta segunda-feira (28) (Imagem: Reprodução / EPTV)
 

A piracema, período em que a pesca é proibida, terminou nesta segunda-feira (28), nas bacias dos rios Paraná, Paraíba do Sul e Ribeira de Iguape, no Estado de São Paulo. Na região de Ribeirão Preto, os principais rios são: Grande, Pardo e Mogi-Guaçu.

A partir desta terça-feira (1°), a pesca profissional, amadora e esportiva volta a ser permitida. No entanto, restrições como o uso de determinados apetrechos e limite para espécies definidas de peixes, continuam a valer.

A medida teve início em 1º de novembro de 2021 com objetivo de proteger os peixes nativos que fazem o movimento de migração anual para desovar nas cabeceiras das bacias hidrográficas.  

'A natureza não usa calendário. Por isso, é importante que, se o pescador perceber que um peixe está com o abdome abaulado, indicando a presença da ovas, que o espécime seja devolvido ao rio', recomenda o pesquisador Fábio Sussel, do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Aquicultura do Instituto de Pesca (IP-APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento de São Paulo.   

A Polícia Militar Ambiental ainda deverá apresentar um balanço com dados das operações no período de piracema. 

Mais Notícias

Mais Notícias