Polícia indicia hóspede que matou dona de hotel na região de Ribeirão Polícia indicia hóspede que matou dona de hotel na região de Ribeirão

Polícia indicia hóspede que matou dona de hotel na região de Ribeirão

O engenheiro Eduardo Teixeira Mendes, de 41 anos, responderá por homicídio qualificado e tentativa de homicídio qualificado contra o marido da empresária

Empresária é assassinada por hospede em Orlândia - Foto: Reprodução/redes sociais 
 

O engenheiro Eduardo Teixeira Mendes, de 41 anos, preso em flagrante pelo assassinato da dona de um hotel em Orlândia, a 50 quilômetros de Ribeirão Preto, será indiciado por homicídio qualificado e tentativa de homicídio qualificado. O inquérito policial foi concluído nesta quarta-feira (15), nove dias depois dos crimes.

Maria José Antunes, de 64 anos, foi agredida por golpes de um extintor de incêndio e um vaso, na noite de segunda-feira (6), no saguão do hotel, localizado na região central da cidade. O marido dela, o empresário Sebastião Lorenti, também de 64 anos, também foi agredido por Mendes. 

LEIA MAIS
Posto de combustíveis é autuado por irregularidade em Ribeirão Preto
Feriado: Veja o que abre e fecha nos serviços públicos em Ribeirão
FGTS: Trabalhadores nascidos em dezembro podem sacar até R$ 1 mi

O delegado responsável pelo caso, Clodoaldo Vieira, disse que após analisar as imagens de câmeras de segurança do hotel não restam dúvidas da intenção de Mendes.

'Evidenciam a vontade do indiciado matar as vítimas. O agressor tivera oportunidade de cessar com a violência, mas, retomou-a trocando os objetos que utilizou para golpear e matar Maria José. Demonstrou sua vontade, que era o resultado morte', diz Vieira.

Durante depoimento à polícia, Mendes preferiu ficar em silêncio, informou o delegado. Ele também não constituiu advogado, razão pela qual foi nomeado um defensor para acompanhá-lo na audiência de custódia. Ele está preso no Centro de Detenção Provisória (CDP) em Pontal. 

O crime 

Após matar a empresária Maria José Antunes, o  engenheiro Eduardo Teixeira Mendes se trancou em um dos quartos do hotel e acabou preso em flagrante pela Polícia Militar (PM) pelo crime.    

De acordo com a PM, a vítima teria tentado defender o marido das agressões do hospede,  recebido um chute e caído no chão. Em seguida, ocorreram as agressões contra ela com extintor de incêndio e um vaso

A Polícia apurou também que Mendes estava hospedado no local desde o último dia 1º de junho e não havia feito o pagamento de diárias.  

Maria José, conhecida como 'Zezé' chegou a ser socorrida, mas não resistiu a uma lesão na cabeça e morreu no hospital.O marido da vítima passou por atendimento médico e foi liberado.  

VEJA MAIS - Ribeirão quer abrir 207 novas vagas para professores efetivos

Eduardo Teixeira Mendes, indiciado pelo assassinato de dona de hotel em Orlândia - Foto: Reprodução/EPTV

Mais Notícias

Mais Notícias