Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Pit bull ataca criança na zona Oeste de Ribeirão Preto

Ana Clara Freitas Santana, de 7 anos, foi socorrida e levou três pontos no rosto

| ACidadeON/Ribeirao

Ana Clara foi atacada por um cão da raça pit bull em Ribeirão Preto (foto: Arquivo pessoal)

Uma menina de 7 anos foi atacada por um cachorro da raça pit bull nesta terça-feira (13), por volta das 14h, no Jardim Paiva, zona Oeste de Ribeirão Preto. Ana Clara Freitas Santana levou três pontos no rosto.  

A mãe da criança, Solange Freitas de Oliveira, e uma vizinha, também foram mordidas pelo cão ao tentarem defender a criança do ataque. As duas mulheres sofreram ferimentos leves.  

O cachorro escapou de uma casa após um parente dos donos do cão abrir o portão eletrônico da residência. Solange caminhava pela calçada e entrou em desespero ao ver a filha ser atacada pelo animal.  

De acordo com a mãe da menina, o cachorro encurralou a garota na parede. Para tentar salvar a filha, Solange tentou chamar a atenção do animal e puxou o cachorro pelo pescoço. "O pit bull me derrubou no chão e voltou pra minha filha", disse.  

A pessoa que abriu o portão tentou socorrer as vitimas e não conseguiu dominar o animal. A vizinha também tentou chamar a atenção e bateu no cachorro, mas não escapou da fúria do pit bull. "Eu e a minha vizinha levamos mordidas, mas o médico disse que não precisava tomar ponto".  

O pior momento para Solange foi ver o cachorro tentar morder o pescoço da criança. "Começamos a gritar por socorro. Fiquei muito apavorada. Faltou pouco pra ele morrer", disse. O filho do dono do pit bull estava dormindo e acordou com os gritos. O rapaz tirou o cachorro de perto da criança. "Ele grudou no cachorro e saiu rolando no chão com o pit bull".  

Trauma  

A criança está em estado de choque, segundo a mãe. "A minha filha não está boa. Ela está desesperada, chorando muito e hoje não está enxergando direito, porque está inchada", afirmou. "Espero que não aconteça mais esse tipo de ataque".  

A garota foi socorrida pelo filho do dono do cachorro e levada a Unidade Básica de Saúde. "O filho do dono disse que vai dar assistência a minha filha", afirmou.  

 (Germano Neto com supervisão de Rita Magalhães)

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
1 comentários
  • joao pedro de faria
    14/03/2018 22:55:42
    boa noite, o mesmo tipo de incidente aconteceu com o meu filho, do mesmo jeito do mesmo modo de se abrir o portao da garagem e o cao fugir, no entando os ferimentos do meu filho foram menores, mas o trauma ficou até hoje, tomei a seguinte decisao registrei um boletim de ocorrencia, e o caso foi para julgamento não pedi indenizacao por danos morais apenas processei o mesmo foi obrigado a pagar dois salarios minimos de multa pela nao guarda de animal agressivo, aconselho a familia procurar a denfensoria publica e neste caso nao so o processo de lesoes distraçao de guarda de animal agressivo e danos morais como pedir o recolhimento do animal . boa sorte para familia e melhoras para a criança

Veja também